Paranatinga, 30 de Novembro de 2021

Saúde

Profissionais da saúde buscam padronização do atendimento psicossocial nos Centros de Atendimentos Socioeducativos

Publicado 25/10/2021 20:57:26


A Escola Estadual de Socioeducação de Mato Grosso está capacitando os servidores do Sistema Socioeducativo para padronizar e ampliar os serviços de acompanhamento de saúde mental dos menores em conflito com a lei. Para isso, realiza nesta segunda e terça-feira (26.10), em Cuiabá, o 1º Seminário de Saúde Mental de Adolescentes do Sistema Socioeducativo de Mato Grosso.

A fim de alcançar a padronização do atendimento foram convidados quatro servidores de cada um dos Centros de Atendimentos Socioeducativo (Case) do Estado, sendo psicólogo, assistente social, técnico de enfermagem e o gestor da unidade.  São esses profissionais que estão rotineiramente acompanhando os internos e são responsáveis pela saúde mental de cada um deles.

A diretora da Escola Estadual de Socioeducação, Mila Barros de Miranda disse que as informações compartilhadas durante o seminário vão ampliar a competência dos profissionais para identificar as diferentes formas que as questões mentais podem se apresentar no comportamento dos adolescentes privados de liberdade e que estão em condições nas quais a saúde mental se torna vulnerável.

“As interfaces da saúde mental dos adolescentes privados de liberdade são inúmeras e é necessário discutir o assunto de forma ampla. O seminário foca questões diretamente relacionadas ao exercício do profissional das equipes de referência e saúde para aprimoramento das competências dentro desse tema”, disse a diretora Mila Barros de Miranda.

Os profissionais dos Centros de Atendimentos Socioeducacionais (Case) de Cuiabá, Cáceres, Lucas do Rio Verde, Barra do Garças, Sinop e Rondonópolis também interagiram trocando experiências sobre os métodos utilizados para acompanhamentos dos adolescentes e a relação com os serviços prestados pelos municípios.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) é uma importante parceira na busca pela qualidade dos serviços prestados. Entre as palestrantes estão a doutora Daniela Santos Bezerra e Marina Mendes Fiorenza, que são psicólogas da SES.  Werley Silva Peres, médico da Família e Comunidade, e pós-graduado em psiquiatria, palestrou sobre a Construção de Diálogos e Importância da Saúde Mental. 

Fonte: SECOM MT

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.