Paranatinga, 30 de Junho de 2022

Geral

Paciente com câncer se casa com companheira em festa surpresa em hospital

Publicado 22/06/2022 20:22:06


Internada há 12 dias em tratamento paliativo contra um câncer, a técnica em saúde Lidiane Gerlach, de 41 anos, recebeu uma surpresa emocionante na terça-feira (21). Ela se casou no religioso com a estudante Adriene Duarte, de 31 anos, sua companheira há mais de 8 anos.

A cerimônia foi realizada pela equipe de um hospital particular de Cuiabá para cumprir a lista de desejos de Lidiane e, assim, proporcionar alívio e conforto à paciente.

 

Adriene e Lidiane não sabiam de nada. As duas haviam formalizado o casamento civil nessa segunda-feira (20), mas não tinham preparado uma cerimônia religiosa. 

 

A cerimônia contou com tudo, desde a decoração para o casamento, recitação de um acróstico elaborado para o casal, brinde das noivas, arremesso dos buquês e o beijo oficial. Tudo preparado pela equipe do hospital.

As bênçãos foram dadas por um diácono evangélico.

“Talvez, hoje seja o melhor dia de vocês como casal, eu não estou falando do amor que é carnal, mas do sentimento, afeto, o amor que ultrapassa até as barreiras da sociedade”, destacou o líder religioso.

 

Adriene disse que a celebração do casamento era um sonho das duas. No entanto, vinha sendo adiado, até que nesta semana elas decidiram formalizar a união.

 

 

“Eu cheguei e tinha essa surpresa no hospital. Era vontade das duas realizar uma comemoração do casamento. Nossa ideia era fazer a festa depois, primeiro recuperar, ir pra casa e reunir os familiares. Mas a gente sabe que no momento não é possível. Entendemos o lado do hospital de fazer essa festinha e dar esse acolhimento”, disse. 

 

Irmã de Lidiane, a professora Rosilene Gerlach mora em Juína, a 737 km de Cuiabá, e se deslocou para capital para acompanhar o tratamento.

“É um momento de muita emoção. Nunca imaginamos casar alguém em um hospital. Houve a vontade delas de oficializar e resolver essa parte burocrática. A parte religiosa é muito importante, a fé que envolve toda a situação. Existe um Deus acima de tudo que está nos dando força!”, disse

 

 

Luta contra o câncer

 

Em fevereiro de 2021, Lidiane descobriu que estava com um câncer de colo do útero e iniciou o tratamento contra a doença. Em dezembro de 2021 descobriu que a doença estava no intestino.

Já em março de 2022, a servidora da saúde recebeu o diagnóstico de metástase da doença. Com isso, as internações começaram a ser intensas.

 

Tratamento humanizado

 

A psicóloga do hospital, Amanda Souza Meireles de Almeida, conta que a estratégia da equipe é sempre deixar o paciente a par do seu diagnóstico, com conhecimento sobre as propostas de tratamento e espera de evolução do quadro.

“Depois conversamos com os pacientes sobre os desejos e suas preferências, as coisas que ele gostaria de realizar. Entendemos que tudo isso faz parte do tratamento, isso também faz parte do cuidado. A Lidiane expôs o desejo de formalizar a união com a companheira e nós começamos a ajustar tudo para realizar o sonho”, disse.

Amanda acredita que, dessa forma, além de cuidado físico, a internação passa a ser um momento de acolhimento emocional e espiritual, garantindo a integralidade do cuidado. 

 

 

Fonte: G1

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.