Paranatinga, 16 de Dezembro de 2018

Variedades

POLÊMICA NOS EUA

Ex-modelo da Playboy quebra silêncio sobre Trump: 'nos vimos dezenas de vezes'

Publicado 23/03/2018 21:32:59


A ex-modelo da Playboy Karen McDougal disse em entrevista exclusiva à rede CNN que sua relação extraconjugal com o presidente Donald Trump durou 10 meses entre 2006 e 2007 e que os dois se viam pelo menos cinco vezes ao mês. "Nos vimos dezenas de vezes", afirmou.

 

A entrevista foi exibida na noite desta quinta-feira (22). Esta é a primeira vez em que a ex-modelo fala publicamente sobre o caso.

 

McDougal descreveu sua relação com Trump como uma relação consensual e de amor. Disse que seu único arrependimento é do fato de ter se envolvido com um homem casado e pediu desculpas à primeira-dama Melania Trump.

"O que pode dizer, a não ser 'me desculpe'? Não gostaria que isso fosse feito comigo", afirmou.

 

Além de manter relações sexuais com Trump, McDougal disse que frequentou alguns eventos com ele e que se preocupava com que ninguém percebesse o caso. Também afirmou que esteve no apartamento de Trump, mas que nunca viu Melania nem Barron Trump, o filho do casal, de 12 anos.

 

Nesta semana, McDougal entrou com uma ação para ser liberada de um acordo judicial que a obriga a se manter em silêncio sobre o caso. "Quero meus direitos de volta. Sinto que o contrato é ilegal, que eu fui persuadida e quero compartilhar a minha verdade, porque todos estão falando".

 

"Fiz o que fiz e me sinto terrível, afirmou. "Eu votei em Donald. Por que iria querer prejudicá-lo? Quis divulgar a história porque não queria que a minha imagem ficasse comprometida".

 

Segundo ela, provavelmente o acordo não teria acontecido se Trump não fosse candidato presidencial.

 

Trump nega ter tido uma relação com McDougal. A ex-modelo comentou na entrevista sobre a negação de Trump: "alguém está mentindo e não sou eu".

 

Ela disse que não se preocupou em guardar provas de sua relação com Trump. "Quem se preocupa com provas quando está em uma relação de amor?", afirmou, acrescentando que tem apenas um diário que mantém há anos e onde essa relação estaria mencionada.

 

McDougal disse que ela quis terminar a relação porque estava se sentindo culpada. "O empolgamento durou um tempo, mas comecei a me sentir muito mal. Como poderia fazer isso comigo e com uma família? Por mais que não se dessem bem, eram uma família", disse.

 

Fonte: G1

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE