Paranatinga, 18 de Fevereiro de 2019

Variedades

Datena

Datena volta ao Brasil Urgente e fala sobre denúncia de assédio

Publicado 21/01/2019 19:42:53


PORTAL OVERTUBE 

Datena voltou a apresentar o Brasil Urgente nesta segunda-feira (21). O retorno acontece alguns dias depois do escândalo envolvendo uma ex-repórter do programa, que o acusou de assédio sexual.

O apresentador usou o espaço para comentar a situação e, de acordo com ele mesmo, dar uma “satisfação ao telespectador”.

“Deus e a Justiça vão cuidar do caso. Qualquer afirmação mentirosa, embutida de calúnia, é claro que você fica chateado. Eu acredito muito na justiça de Deus e dos homens. São palavras mentirosas que me colocam em destaque na imprensa. A verdade vai aparecer. E quem vai decidir isso, primeiro é Deus, e depois a Justiça”, começou o profissional da Band.

“Faz 17, 18 anos que defendo as mulheres, de feminicídio, de assédio sexual… E vou continuar fazendo isso. Eu defendo todas as mulheres. Agora, uma pessoa, independentemente de ser homem ou mulher, me acusa de maneira vil, é claro que eu vou responder a isso, e pedir que a Justiça faça justiça, mostre a pura realidade. Porque eu vou continuar trabalhando, continuar fazendo o meu papel que sempre fiz. Me abater é claro que vai, mas não vai abalar a ponto de quebrar as minhas pernas. Espero só que a Justiça mostre o que é verdadeiro. Eu estou dizendo a verdade, acredite em mim”, finalizou Datena.


Entenda o caso

A acusação de assédio veio da repórter Bruna Drews. Ela já fez parte do Brasil Urgente, mas deixou o posto há alguns meses.

A informação foi divulgada pelo site Notícias da TV no fim da noite da última quinta-feira (17). De acordo com a publicação, ela entrou com uma representação já protocolada no Ministério Público de São Paulo.

O processo diz que Datena teria afirmado que a jornalista “não precisava emagrecer porque já era muito gostosa”. Além disso, o profissional teria se ‘tocado’ pensando nela e achava um “desperdício ela namorar uma mulher”.

A publicação informa que o caso teria ocorrido num bar em 7 de junho do ano passado, no meio de uma comemoração do fim das gravações de A Fuga. Se tratava de um quadro do extinto Agora É com Datena.

Em outra parte, a jornalista conta que, durante a comemoração, se sentou ao lado do titular do Brasil Urgente. Quando as pessoas ao lado foram embora, ele teria iniciado as conversas inadequadas. Uma testemunha que não quer revelar seu nome garante que ouviu as palavras e irá depor contra o apresentador.

Bruna explica que decidiu processá-lo apenas agora porque apresentou um grave quadro de depressão e pânico depois do assédio. Ela também afirma que o ocorrido a fez desistir da profissão de repórter.

A profissional está de licença médica desde o mês de julho. Drews também está movendo uma ação trabalhista contra a Band. Segundo a moça, a emissora teria sido conivente com as atitudes de Datena.


Apresentador já havia negado as acusações

Ainda segundo o Notícias da TV, Datena negou as acusações. Ele também citou testemunhas que garantem não terem visto qualquer conversa desse tipo entre os dois. “Um dia, durante as gravações do quadro A Fuga, ela estava muito magra, passou mal e eu pedi para que ela fosse atendida. Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era competente. Tirando isso, todo o resto é mentira, calúnia e delírio”.

Ele garante que jamais tocou em Drews. “Jamais faria isso. Sou um homem casado, tenho cinco filhos e seis netos. Poucas vezes tive conversas privadas com essa moça. Nunca avancei qualquer sinal com essa moça, inclusive, depois do bar, ela veio me agradecer.”

Antes de finalizar, Datena coloca em cheque a sanidade da repórter. “Naquela dia, ela estava bebendo e pedi para levarem ela para casa”. Por sua vez, ela garante que bebeu apenas dois copos de cerveja, enquanto o colega de trabalho bebeu uísque.


Outros comentários

Bruna virou repórter do Brasil Urgente em 2015 e diz que o jornalismo policial a fez mal. No ano seguinte, começou a se afastar do trabalho por licenças médicas.

A relação da jornalista com Datena parecia ser boa enquanto estavam no ar. Ela não demonstrava se incomodar com os elogios. A publicação afirma que o próprio Datena relatou que as brincadeiras lhe causaram uma crise no casamento e ele chegou a dormir no sofá.

No processo, porém, ela afirma ter se sentindo constrangida com os comentários do ex-colega de trabalho. Ela cita dois momentos que considera absurdos: quando o apresentador interrompia suas reportagens para falar de sua beleza e quando pediu que o cinegrafista mostrasse aos telespectadores todo o seu corpo.

A Band não comentou o assunto. “O processo trabalhista em questão tramita em segredo de Justiça, a pedido, inclusive, da própria autora. A Band está impedida de se manifestar sobre o assunto”

 

Publicidade Áudio

Enquete

Como você avalia os primeiros 30 dias de Bolsonaro

Bom

Ruim

Péssimo

Excelente

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE