Paranatinga, 19 de Outubro de 2019

Variedades

ESTADOS UNIDOS

Casal mata filho de 2 anos após criança recusar cachorro-quente

Publicado 07/10/2019 13:19:25


DO METRÓPOLES

Um casal foi condenado por matar o filho de 2 anos após a criança se recusar a comer um cachorro-quente. O caso aconteceu em Wichita, cidade no interior de Kansas, nos Estados Unidos.

 

A mãe, Elizabeth Woolheater, de 24 anos, foi condenada na última sexta-feira (04/10/2019) por 19 anos de prisão. O namorado da mulher, Lucas Diel, foi condenado a 49 anos. Anthony Bunn, o filho, foi morto em 4 de maio de 2018.

 

O garoto apanhou da mãe e do padastro até ficar inconsciente, de acordo com informações do New York Post. Enquanto ela batia, o homem fazia a criança engolir pedaços da comida à força. O menino foi levado ao hospital, mas morreu dois dias depois.

 

Além de confessar o crime, Elizabeth contou que o namorado bateu no menino outras vezes. Ela disse ter encontrado a criança com o rosto sangrando e um dente quebrado. O crime foi entendido como morte em segundo-grau (quando não planejam matar).

 

Tony, como era conhecido, era “o garoto mais incrível que você poderia conhecer”, nas palavras do avô materno, Zak Woolheater. Ele disse que a família suspeitou que a criança estava sofrendo abuso em outubro de 2017, quando viu hematomas e marcas no corpo e na cabeça do menino.

 

As autoridades ainda revelaram que o abuso foi denunciado à Agência Estadual de Bem-Estar Infantil sete meses antes de Anthony morrer. O Departamento de Crianças e Famílias da região, contudo, não seguiu o procedimento.

 

 

Publicidade Áudio

Enquete

Você é a favor ou contra privatização da MT 130 entre Primavera do Leste a Paranatinga

A FAVOR

CONTRA

INDEFINIDO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE