Paranatinga, 18 de Novembro de 2018

Tecnologia

Apple anuncia preços dos novos iPhone Xs, Xs Max e Xr no Brasil

Apple | 30/10/2018 15:20:15


Apple atualizou seu site no Brasil, incluindo os novos modelos de iPhone Xs, Xs Max e Xr. Os valores mudaram depois que a empresa terminou a apresentação de novos MacBoor Air, iPad Pro e Mac Mini nos Estados Unidos na manhã desta terça-feira.

Confira os preços:

iPhone Xs:

 

  • R$ 7.299, com 64GB
  • R$ 8.099, com 256GB
  • R$ 9.299, com 512GB

 

iPhone Xs Max:

 

  • R$ 7.999, com 64GB
  • R$ 8.799, com 256GB
  • R$ 9.999, com 512GB

 

iPhone Xr:

 

  • R$ 5.199, com 64GB
  • R$ 5.499, com 128GB
  • R$ 5.999, com 256GB

 

Apesar de os aparelhos estarem cadastrados no site da Apple ainda não é possível comprá-los. Aparece uma mensagem dizendo que eles estão indisponíveis.

 

 

Apple revela preços do novo Iphone X no Brasil — Foto: Reprodução

Os aparelhos foram lançados nos Estados Unidos em setembro. Lá, o preço inicial do iPhone Xr é US$ 749 e do Iphone Xs é US$ 999. Por US$ 1099 é possível comprar o iPhone Xs Max.

Com tela de 5,8 polegadas e 2,7 milhões de pixels, o iPhone XS é vendido nas cores cinza, prata e dourado. O aparelho é também à prova d'água, com tela mais resistente que as versões anteriores.

Já o iPhone XS Max traz a maior tela já projetada pela Apple, com 6,5 polegadas (16,5 cm) e 3,3 milhões de pixels. Ele tem a mesma certificação de segurança de resistência à água que o iPhone XS.

 

De custo mais baixo, o iPhone XR tem tela de 6,1 polegadas, é feito de alumínio e está disponível nas opções nas cores branca, azul, preta, amarela e vermelha. O aparelho tem display de LCD, e não de OLED como o Xs e Xs Max, mas traz muitas das funcionalidades destes modelos.

O iPhone é o produto mais vendido da Apple, responsável por 56,2% da receita no último trimeste. Apesar disso, as vendas do aparelho estagnaram nos últimos 8 trimestres. Para reverter esse quadro, a empresa investiu em aparelhos de alta qualidade, e alto preço. A Apple vendeu 41,3 milhões de aparelhos entre abril e junho este ano, menor do que no mesmo período de 2017, mas o faturamento aumentou 20%, graças aos preços mais altos.

 

Fonte: G1

Publicidade Áudio

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE