Paranatinga, 20 de Novembro de 2017

Regional

PM prende três que fugiram durante apreensão de 400 kg de drogas em avião; receberiam R$ 10 mil para enterrar

400 KG | 18/10/2017 10:38:49


A Polícia Militar conseguiu prender três dos quatro suspeitos que fugiram durante a apreensão de um avião de pequeno porte carregado com mais de 400 quilos de drogas, no último domingo (15), próximo a Tangará da Serra (244 km de Cuiabá). Os homens confessaram que receberiam R$ 10 mil para receber os entorpecentes e enterrá-los em uma região de mata. Os suspeitos foram identificados como: Ricardo Aparecido dos Santos, 47 anos; Roberto Carlos Pereira, 51 anos e Sindylan Barbosa da Cruz, 28 anos.
 
Narra o boletim de ocorrências (BO) que a PM recebeu informações de que os criminosos que fugiram durante a apreensão de 400 quilos de droga, que estavam em um avião que saiu da Bolívia, estavam tentando pegar carona com caminhoneiros para chegar até a área urbana.  Diante dos fatos, equipes foram até o local e conseguiu prender três suspeitos.
 
Quando questionados sobre o quarto suspeito, os acusados disseram que ele havia conseguido carona horas antes da chegada da polícia ao local, que fica a 140 quilômetros de Tangará da Serra. Um dos militares que participou da ação no domingo (15) reconheceu as três pessoas detidas.
 
Questionados, os suspeitos disseram que receberiam R$ 10 mil cada um para receber a droga e enterrá-la em meio a uma região de mata. Durante checagem, os policiais constataram que haviam mandados de prisão em aberto contra Ricardo Campos e Roberto Carlos. Todos foram encaminhados para a Central de Flagrantes e depois encaminhados para a sede da Polícia Federal, em Cuiabá.
 
O caso
 
Uma ação integrada entre as polícias Militar (PM) e Federal (PF) no município de Tangará da Serra (a 239 km da capital) resultou na apreensão de 420 quilos de entorpecentes no domingo (15). A inteligência alcançou um avião que vinha da Bolívia com o carregamento. A apreensão foi realizada em uma propriedade rural entre os municípios de Tangará da Serra e Reserva do Cabaçal (a 387 km da capital) por volta de 12 horas.
 
Dentro da aeronave foram apreendidas 14 caixas com 30 quilos de substâncias análogas a cocaína em estado ‘cristal’ - forma considerada pura do entorpecente ainda sem mistura. O piloto e copiloto ambos de nacionalidade boliviana, confirmaram a origem da droga e foram presos em flagrante.
 
Ainda com os suspeitos presos F.A.L.L.L, 25 anos, e C.A.A.D, 24 anos, foram apreendidos US$ 2,5 mil e 800 bolivianos (moeda da Bolívia). Segundo eles, o valor em dólar era parte do pagamento pelo transporte da carga, que com a entrega seria concluído com mais US$ 7,5 mil.

 

Fonte: Olhar Direto

FACEBOOK