Paranatinga, 19 de Janeiro de 2019

Regional

Mulher deixa mensagens

Mulher deixa mensagens no Face para ex antes de se jogar de ponte em Cuiabá

Publicado 23/12/2018 09:46:53


A mulher que pulou da ponte Júlio Müller, em Cuiabá, na madrugada deste sábado (22) fez posts no Facebook antes de se atirar na água. Ela teve a identidade confirmada como sendo Elisa Roberta Gomes, 40 anos, e ainda está desaparecida após pular da ponte.

Informações anteriores de uma testemunha já davam conta de que ela teria brigado com o namorado e há dias vinha tentando contra a própria vida. “Mais de um ano juntos, meu amor, P.... Tantas coisas nós passamos juntos. Fui humilhada, pisoteada. Aguentei muita coisa por você.... Mas mesmo assim ela Glei... venceu e destruiu nossos sonhos. Hoje me vejo sem forças, ela conseguiu. Venceu. Aqui, sobre essa ponte, coloco fim em tudo. Mas saiba que sempre te amei. Hoje que mais precisei de você, você ficou aí, do lado dela. Ela conseguiu. Venceu. E a vocês, minhas filhas, me perdoem. Sempre amei vocês muito”, diz trecho do post publicado na mídia social com horário 21h17, de sexta-feira (21).

 

Eliza ainda tem várias mensagens demonstrando seu sentimento pelo namorado. A Polícia Militar chegou a ser acionada, por volta das duas da manhã, com a informação de que uma mulher havia se jogado da ponte.

A testemunha contou que passava pelo local quando avistou a mulher subindo no parapeito da ponte Júlio Muller. O homem afirma que parou e tentou convencer a mulher a desistir da ideia.

Ela pediu a ele que fizesse uma ligação, mas assim que o homem se distraiu com o telefone, a mulher aproveitou o momento e se jogou. O homem chamou o Corpo de Bombeiros.

Os soldados começaram as buscas na região, mas até o momento Eliza ainda não foi localizada. A mãe da vítima disse que a filha já tentou pular da mesma ponte outras vezes, mas sempre foi impedida pelas equipes de segurança.

As buscas ainda estão acontecendo desde o início desta manhã.

BUSCA POR APOIO

A prevenção do suicídio pode ser feita em apenas uma ligação, o CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza este trabalho de forma voluntária e gratuita.

Além do sigilo total, pode ser feita por diversos meios, por telefone, e-mail, chat e Skype, 24 horas, todos os dias. Os telefones de contato são 188 ou 141 (de acordo com a região), pessoalmente (nos 85 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype, e-mail ou carta.

 

 

Fonte: Folha Max

Publicidade Áudio

Enquete

Qual obra é mais importante para Paranatinga em 2019.

SAÚDE

PRAÇA CENTRAL

ASFALTO

ILUMINAÇÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE