Paranatinga, 21 de Janeiro de 2018

Regional

Juiz capota veículo na BR-070 e esposa tem braço amputado; mulher se encontra na UTI

BRAÇO AMPUTADO | 28/12/2017 10:38:22


O juiz do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) Gilperes Fernandes e sua esposa sofreram grave acidente na tarde deste domingo (24) na BR-070. Ela encontra-se internada em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e precisou amputar um braço. Já o magistrado sofreu apenas arranhões e passa bem.

Segundo a Associação Mato-Grossense de Magistrados (AMAM), o acidente aconteceu no Km-621 da BR-070. O casal vinha de Rio Branco, no Acre, quando o pneu da caminhonete estourou e o carro capotou na pista, sendo jogado para um matagal à beira da estrada.

Uma árvore teria atingido o braço da esposa do magistrado, causando o amputamento.

Populares ajudaram no resgate, num primeiro momento. Eles foram resgatados e trazidos para Cuiabá às pressas. A PRF, equipe da Unidade Operacional 120, de Cáceres, atuou na orientação de trânsito no momento da retirado do veículo. O Boletim de Acidente foi confeccionado com base nos vestígios encontrados no local e nos documentos apresentados por familiar dos envolvidos aos policias.

O magistrado encontra-se no Hospital Jardim Cuiabá, acompanhando sua esposa, que segue internada. Seu quadro é estável.

Em nota, a AMAM negou que o veículo tenha capotado no acidente e nega que a foto divulgada pela PRF seja verdadeira.

AMAM:

NOTA À IMPRENSA

A Associação Mato-grossense de Magistrados (Amam) lamenta profundamente o acidente ocorrido no início da tarde do último dia 24 de dezembro (domingo) com o juiz da 4ª Vara Especializada de Família e Sucessões da Comarca de Cuiabá, Gilperes Fernandes da Silva e sua esposa. 

O acidente aconteceu por volta das 12h30, do dia 24 de dezembro, quando a família retornava para Cuiabá de Rio Branco (município localizado a 336 km da Capital), pela rodovia que liga a cidade de Cáceres a Cuiabá.  Nesta rodovia, a 90 km da Capital, a camionete que o juiz conduzia – uma S10 – derrapou na pista e o veículo foi parar no matagal. 

O carro não capotou e o juiz nada sofreu. Contudo, sua esposa teve o braço gravemente ferido por um galho de árvore que atingiu a porta do passageiro. Ela passou por cirurgia e, neste momento, encontra-se internada na UTI de um hospital em Cuiabá, em coma induzido. Seu estado de saúde é estável.

Na ocasião do acidente, o juiz e sua esposa foram socorridos por transeuntes que passaram pelo local. Um policial militar aposentado, que vinha do Acre, prestou os primeiros- socorros e os trouxe até o hospital em Cuiabá.

Neste momento de dor e tristeza, o juiz Gilperes Fernandes da Silva agradece a preocupação, compreensão e as orações de todas as pessoas.

A Amam esclarece ainda que as fotos de uma S10 que estão circulando nos grupos de rede social não são o veículo sinistrado do magistrado. 

DIRETORIA ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DE MAGISTRADOS

O outro lado - PRF:

QUANTO A DIVULGAÇÃO DE IMAGENS DO ACIDENTE ENVOLVENDO O MAGISTRADO

A PRF esclarece que, em comunicação com a AMAM, fomos informados de que a afirmativa “...as fotos de uma S10 que estão circulando nos grupos de rede social não são o veículo sinistrado do magistrado” faz referência a outras imagens recebidas pela Associação e NÃO àquelas que nós divulgamos por meio deste NUCOM. Para que não ocorram divulgações equivocadas, seguem as fotos que constam em nosso Boletim de Acidente de Trânsito – BAT.

 

 

Fonte: Olhar Direto

FACEBOOK