Paranatinga, 01 de Abril de 2020

Regional

CONSEG

Assassino de empresário havia sido preso por roubo há 5 meses

Publicado 13/02/2020 22:03:11


O assassino do empresário e presidente do Conselho de Segurança de Rondonópolis Valdir Aparecido Farinha, de 60 anos, havia sido preso há cerca de cinco meses por roubo, tráfico e associação criminosa.

  

Valdir foi assassinado a tiros após reagir a uma tentativa de roubo nesta quarta-feira (12), na frente da casa em que morava com a esposa, no Bairro Monte Líbano.

 

Imagens do circuito de monitoramento da residência da vítima registraram o crime, que ocorreu por volta das 20h40. Na ocasião quatro pessoas foram presas – dois homens e duas mulheres. Uma quinta pessoa segue sendo procurada.

 

Em entrevista ao MidiaNews nesta quinta-feira (13), o comandante da PM de Rondonópolis, tenente-coronel Gleber Candido, revelou que ele mesmo prendeu o assassino em setembro de 2019.

 

“Ele [o assassino] é maior de idade. Estava preso na [Penitenciária da] Mata Grande. Eu o prendi no ano passado, dia 4 de setembro de 2019, por roubo, associação criminosa e tráfico. Inclusive um que também foi preso ontem também estava com ele no dia [em setembro de 2019]. A mulher que a gente prendeu também estava. E no outro dia estavam todos soltos”, contou.

 

O oficial informou que acredita que os envolvidos no crime tinham a intenção de cometer um roubo à residência e o ladrão armado atirou em Valdir porque ele reagiu.

 

“Eles estavam esperando pra render e entrar na casa. A gente acredita que aquele primeiro [ladrão armado] iria render as quatro pessoas e entrar na casa. E aí os demais iriam entrar e roubar tudo que pudessem. Depois pegariam um dos carros e fugiriam. Porque nos roubos a residência, eles agem assim: um rende e os outros vêm e entram depois”.

 

“Mesmo porque os ladrões que foram presos não têm histórico de homicídios. Eles são ladrões e traficantes. Só que na hora em que ele enquadrou a vitima, ela reagiu e atirou. No próprio vídeo, você vê que ele confere para ver se Valdir caiu mesmo. Depois que ele vê que a vítima caiu, sai correndo igual a um doido. Se fosse um crime de mando, para executar, eu acredito que ele tinha finalizado e não saído correndo”, explicou.

Agora MT

 

O comandante do Batalhão da PM, em Rondonópolis, Gleber Cândido

 

Segundo a Polícia Militar, os quatro criminosos, após a tentativa fracassada de assalto, fugiram a pé e roubaram um GM Ônix durante a fuga. Todos negam que tenham envolvimento na morte do presidente da Conseg.

 

Entenda o caso

 

Segundo o boletim de ocorrência, o crime ocorreu no Bairro Jardim Monte Líbano, por volta das 20h40.

  

Uma das testemunhas relatou que o criminoso anunciou o assalto e que iria levar o carro. Neste momento, o empresário reagiu atirando.

 

De acordo com o BO, após o confronto, o criminoso e seus comparsas roubaram um veículo GM Ônix na frente de um hospital para fugir.

 

A dona do carro contou que foi abordada por uma mulher armada, após rendê-la o bando fugiu em alta velocidade.

 

Equipes da Força Tática foram acionadas e, durante rondas, encontraram o carro roubado próximo ao Jardim Primavera, onde houve a abordagem e a prisão da mulher e outros três comparsas.

 

Um dos criminosos estava ferido com um tiro nas costas. Ele foi socorrido e encaminhado para o hospital da cidade. O estado de saúde dele não foi informado.

 

Os outros três criminosos foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Rondonópolis.

 

 

Fonte: midianews

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE