Paranatinga, 18 de Novembro de 2018

Política

Selma diz que Fávaro foi mal instruído e vê ação como “papelão”

ELEIÇÃO CONTESTADA | 25/10/2018 08:55:14


 

A senadora eleita Selma Arruda (PSL) disse ter recebido com “estranheza” a notícia de que o candidato derrotado Carlos Fávaro (PSD) deverá protocolar, nesta semana um pedido para cassar sua candidatura.

 

Selma foi eleita como a mais votada do pleito, com 24,65% dos votos. Ela foi seguida por Jaime Campos (DEM), que ficou com 17,82%. Fávaro ficou em terceiro, com 15,80%.

 

Para ela, Fávaro foi “mal instruído” em achar que irá assumir o cargo no caso de uma cassação, explicando que a lei exige uma nova eleição.

 

“Ele pode fazer o que ele quiser. A Justiça está aí para analisar, porém acredito que ele está mal instruído porque deve estar pensando que o terceiro lugar pode subir, mas na verdade o que as leis dizem é que nesse caso é necessária uma nova eleição. Eu duvido muito que ele tenha sido alertado sobre isso. Porque se fosse, não iria se prestar a um papelão desses”, afirmou a senadora.

 

 

Ele pode fazer o que ele quiser, a Justiça está aí para analisar, porém, acredito que ele está mal instruído porque deve estar pensando que o terceiro lugar pode subir, mas na verdade o que as leis dizem é que nesse caso é necessário uma nova eleição

“E mesmo que isso [cassação] acontecesse, eu duvido muito que os eleitores que me elegeram fossem votar exatamente na pessoa que me tirou. Não acho que seja uma boa estratégia, mas cada um faz o que quer”, completou Selma. 

 

Segundo apurou a reportagem, Faváro  já constituiu duas bancas renomadas de advogados em Brasília, que preparam a ação contra a juíza aposentada.

 

A ação deverá ter como base informações contidas no processo movido pela empresa de publicidade Genius Produções Cinematográficas, do marqueteiro Junior Brasa, que cobra R$ 1,1 milhão por conta de um contrato rompido por Selma na campanha.

 

No processo, o marqueteiro anexou cheques e pagamentos feitos no período de pré-campanha, o que pode configurar gastos ilegais. 

 

Selma se defendeu dizendo ter a certeza de que não será cassada, pois não cometeu nenhuma irregularidade em sua campanha. 

 

“Não tem a mínima possibilidade de eu ser cassada com aqueles fundamentos que estão lá naquela ação”, disse. 

 

 

Fonte: Mídia News

Publicidade Áudio

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE