Paranatinga, 19 de Maio de 2019

Política

SANTA CASA E BATE-BOCA

"Se tem uma coisa que o Valtenir entende é de roubo, de crime"

Publicado 15/03/2019 14:01:25


CAMILA RIBEIRO 
DA REDAÇÃO

 

Embora afirme não estar disposto a “perder tempo” com acusações de seu correligionário, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) rebateu declarações dadas ao longo desta semana pelo deputado federal Valtenir Pereira (MDB).

 

Em meio ao impasse envolvendo a paralisação dos atendimentos da Santa Casa de Misericórdia da Capital, Valtenir acusou o prefeito de estar “roubando” R$ 12 milhões da unidade e que teriam sido articulados pela bancada federal de Mato Grosso.

 

“De roubo o Valtenir entende bem. Se tem uma coisa que ele entende é de roubo, de crime. Não vou baixar o nível com uma coisa tão pequena, tão varejista, cheia de ‘esqueminhas’”, contra-atacou o prefeito, após uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (15).

 

“Ele não teve esquemas na Prefeitura e não vai ter. Isso é que deve ter gerado a revolta dele”, acrescentou Emanuel.

 

 

De roubo o Valtenir entende bem. Se tem uma coisa que ele entende é de roubo, de crime. Não vou baixar o nível com algo tão pequeno, tão varejista, cheio de 'esqueminhas'

As trocas de acusações entre os emedebistas ocorrem porque Valtenir alega que o prefeito descumpriu um acordo que previa o repasse de R$ 12 milhões em emendas à Santa Casa.

 

Emanuel, por sua vez, afirma que a unidade já havia atingido o teto para recebimento de emendas, de modo que o próprio Ministério da Saúde determinou o envio de tal montante ao novo Hospital Municipal de Cuiabá.

 

O prefeito disse ainda que denúncias encaminhadas à CPI dos Filantrópicos – instalada pela Câmara de Cuiabá – apontam que Valtenir seria ligado a empresas que prestam serviços à Santa Casa e que, em tese, poderiam se beneficiar do recebimento dos R$ 12 milhões.

 

Daí, segundo a denúncia, o interesse do deputado federal pelo assunto.

 

“Isso não fui eu que disse. O vereador Renivaldo Nascimento [que preside a CPI] soube pelo representante do Sindicato dos Enfermeiros que tem pessoas ligadas a Valtenir... Há uma denúncia, a CPI não fechou ainda e vai ouvir esclarecimentos dos envolvidos”, disse o prefeito.

 

“O que posso dizer é que não vou parar minha vida pra me preocupar com esse suplente de deputado”, ironizou Emanuel.

 

Como é sabido, Valtenir não conseguiu se eleger na última eleição e ocupa uma vaga atualmente na Câmara Federal, em razão de uma licença para tratamento de saúde do deputado Carlos Bezerra (MDB).

 

 

Valtenir é voz isolada, está morrendo de ciúmes porque meu filho foi eleito deputado. Se ele não deu conta de ser eleito, levanta, sacode a poeira, dá a volta por cima

“Ciumeira”

 

Ainda sobre a derrota de Valtenir nas urnas, o prefeito o acusou de estar com ciúmes de seu filho, o deputado federal Emanuel Pinheiro Primo, o “Emanuelzinho” (PTB), que foi eleito para seu primeiro mandato.

 

“Valtenir é uma voz isolada, que está morrendo de ciúmes porque meu filho foi eleito deputado federal. Se ele não deu conta de ser eleito, levanta, sacode a poeira, dá a volta por cima”, disse.

 

“O que não pode é jogar rasteiro, jogar baixo, participar de movimentos tentando usar a Santa Casa”, concluiu Emanuel.

 

 

Publicidade Áudio

Enquete

Você acredita que governo de MT retomará obras de asfalto da MT 130 em 2019 atá a Sete Placas?

SIM

NÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE