Paranatinga, 22 de Outubro de 2019

Política

SERVIDORES SEM 13º

Outra demonstração de que vamos receber o Estado quebrado

Publicado 29/12/2018 21:28:15


DA REDAÇÃO

 

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) disse que o fato de o Executivo não ter dinheiro em caixa para quitar o 13º de parte dos servidores públicos do Estado é mais uma prova de que ele herdará um Estado “quebrado”.

 

Nesta semana, o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo - que continuará a frente da pasta na próxima gestão -, confirmou que o Paiaguás não tem condições de pagar o beneficio dos servidores nascidos em novembro e dezembro, tampouco dos comissionados.

 

 

É mais uma demonstração daquilo que muitos já sabem: vamos receber um Estado financeiramente quebrado

“Lamento pelos milhares de servidores que deixaram de receber o 13°. É mais uma demonstração daquilo que muitos já sabem: vamos receber um Estado financeiramente quebrado", disse Mendes, ao MidiaNews.

 

PUBLICIDADE

 

O governador eleito, no entanto, não deu detalhes de como deve funcionar o pagamento desses servidores.

 

O próprio Rogério Gallo informou que houve uma “frustração de receita” diante do não repasse de R$ 400 milhões do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX), fundo que compensa Estados exportadores de commodities. 

 

Ainda segundo o secretário, o Estado aguardava a vinda desse dinheiro para poder quitar o 13º.

 

Sem o recurso, os funcionários só devem receber o benefício no ano que vem.

 

Neste mês recebem o décimo terceiro os servidores efetivos nascido em novembro e dezembro, além dos comissionados e dos funcionários que trabalham em empresas públicas.

 

 

Fonte: Mídia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você é a favor ou contra privatização da MT 130 entre Primavera do Leste a Paranatinga

A FAVOR

CONTRA

INDEFINIDO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE