Paranatinga, 25 de Maio de 2020

Política

ELEVAÇÃO DE SALÁRIO

Mendes: “Ulysses mente;Taques foi incompetente e Silval roubou”

Publicado 15/05/2020 14:24:13


 

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) não poupou críticas a seus antecessores – Pedro Taques e Silval Barbosa - e ao deputado estadual Ullysses Moraes (PSL), ao sair em defesa do projeto de lei complementar que concede aumento de gratificação para servidores efetivos do Estado que ocupam cargos de confiança.

 

O projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa na noite da quinta-feira (14), após duas sessões conturbadas. Na prática, o texto eleva o salário dos servidores de carreira que vierem a ocupar cargos de chegia.

 

Nas redes socais, Mendes foi “bombardeado” por internautas, que consideram inoportuno o reajuste no momento em que o País atravessa uma pandemia decorrente da Covid-19 (novo coronavírus).

 

 

Em um dos comentários, Mendes foi questionado sobre o motivo de ter colocado o projeto para apreciação dos parlamentares. Ele então classificou como “mentiroso” o deputado Ulysses, um dos principais críticos à proposta.

 

O deputado Ulysses está faltando com a verdade e, em alguns casos, mentindo ou distorcendo fatos no que diz respeito ao projeto

“O deputado estadual Ulysses Moraes está faltando com a verdade e, em alguns casos, mentindo ou distorcendo fatos no que diz respeito ao projeto que está em tramitação na Assembleia Legislativa. Não existe nenhum aumento no valor do DGA. É a porcentagem sobre o valor do cargo que será modificada”, disse o governador.

 

“Vale destacar que é mais econômico aos cofres públicos manter o cargo com um servidor efetivo, do que contratar um profissional da iniciativa privada que irá receber o valor integral do DGA e não uma porcentagem”, emendou.

 

Apesar da justificativa de Mendes, ocorrerá um aumento no valor recebido pelos servidores efetivos que ocupam cargos em comissão.

 

Isto porque, atualmente, um servidor de carreira que ocupa um cargo de secretário de Estado, por exemplo, recebe o seu salário e mais 35% de gratificação sobre o valor da DGA-1 – que é R$ 18,2 mil.

 

Com a aprovação do projeto, essa gratificação passará a ser de 70% sobre o valor do DGA. Ou seja, a gratificação que era de R$ 6,3 mil passa a ser de R$ 12,7 mil. O mesmo ocorre com outros DGAs, cujo valor da gratificação poderá subir para até 90%.

 

“Incompetência e roubalheira”

 

 

Vergonhoso é o que ocorreu na gestão do Pedro, com tamanha incompetência, e na roubalheira do Silval, que quase quebrou o Estado

Ainda por meio de comentários nas redes sociais, o governador Mauro Mendes chamou de “vergonhosa” situações que ocorreram nos governos Taques e Silval.

 

“Esclarecendo: não há aumento de salário, e sim porcentagem nos DGAs. Quanto aos diretores e chefes de autarquia, haverá a equiparação salarial. Vergonhoso é o que ocorreu na gestão do Pedro, com tamanha incompetência, e na roubalheira do Silval, que quase quebrou o Estado. Vergonha é ver como a maioria se calou em relação a isso, e alguns se beneficiaram”, disparou.

 

Mendes exemplificou que um presidente do Detran, Indea ou Intermat, por exemplo, hoje ganham R$ 7 mil por mês, enquanto há no estado mais de 20 mil servidores ganhando mais do que isso.

 

“Isso não é sensato, é querer corruptos e incompetentes para estes cargos. Basta relembrar as operações policiais e a situação lastimável que o Estado foi deixado em 2018”, afirmou.

 

“O que é mais vantajoso: pagar mal e sofrer prejuízos milionários com incompetência e roubalheira, ou pagar um salário compatível e ter um serviço público melhor?”, questionou.

 

 

Fonte: midianews

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE