Paranatinga, 21 de Agosto de 2019

Política

SEM BANDEIRA BRANCA

Mendes rejeita “Emanuel paz e amor”: “Tem que parar de mentir”

Publicado 14/08/2019 12:59:14


CÍNTIA BORGES E CAMILA RIBEIRO 
DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) rebateu nesta quarta-feira (14) uma fala do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) dando conta de que ele estaria “contagiado” com a gestão emedebista. Mendes avaliou a declaração do prefeito como “mentirosa”.

 

Em entrevista recente, Emanuel afirmou que o governador estaria entusiasmado com o modo com que ele administra a cidade, visto que teria dado continuidade a muitas obras não concluídas por Mendes, como a do Novo Pronto Socorro Municipal.

 

“Não sei da onde o prefeito tirou isso. Se ele quer fazer as pazes comigo, ele tem que parar de mentir”, disse o governador. 

 

A declaração foi dada na manhã desta quarta-feira (14), após o governador ser questionado sobre uma possível reaproximação entre os dois.

 

Mendes, no entanto, evitou dar mais detalhes sobre o que seriam as supostas mentiras ditas pelo prefeito. 

 

 

Não sei da onde o prefeito tirou isso. Se ele quer fazer as pazes comigo ele tem que parar de mentir

Nos últimos meses, ambos vêm trocando uma série de farpas publicamente. Eles sequer têm aparecido em eventos públicos juntos. As “alfinetadas” ficaram mais evidentes a partir do imbróglio do fechamento da Santa Casa de Misericórdia. 

 

A rusga perdurou com os descontentamentos de Emanuel por não ter sido consultado a respeito do Veículo Leve Sobre Trilho e até de uma apoio do Democratas à sua gestão.

 

As desavenças, no entanto, tiveram início ainda no período eleitoral, quando Emanuel optou por apoiar a candidatura de Wellington Fagundes (PR) ao Governo, contrariando a aliança formada pelo MDB com Mauro Mendes. 

 

“Paz e Amor”

 

Na última semana, Emanuel disse ao MidiaNews ter adotado uma postura “paz e amor” e afirmou que não fará críticas ao Governo Mendes. 

 

“Lancei o ‘Emanuel paz e amor’ essa semana. Estou em outra vibe, outro astral, estou zen nessa relação política com o Mauro", disse.

 

"Quero ajudar muito o Mauro a superar os problemas e obstáculos que é natural que ele esteja enfrentando como governador do Estado. Coloco-me à disposição para isso. Como também gostaria que ele se colocasse à disposição para me ajudar a superar os problemas e obstáculos que tenho como prefeito de Cuiabá. Cuiabá precisa dessa união”, acrescentou o emedebista.

 

 

 

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você aprova ou não? Vereadores de MT tentam mudar nome de Portão do Inferno para Portal Paraíso

SIM

NÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE