Paranatinga, 06 de Dezembro de 2019

Política

RGA

Governo Taques propõe 2% de RGA em setembro e 3% em janeiro de 2017; servidores vão discutir proposta com as bases

Publicado 30/05/2016 11:56:29


O governo de Mato Grosso apresentou no primeiro horário desta segunda-feira (30) como contra-proposta ao Fórum Sindical para o Reajuste Geral Anual (RGA)  2% em setembro e 3% em janeiro de 2017. O Fórum Sindical, que representa quase 90% dos servidores, exigiu 11,28% de reposição das perdas inflacionárias, registradas de janeiro a dezembro do ano passado. Já os 6,28% restantes seriam ignorados.


A maioria das categorias tem indicativo de greve para amanhã (31) e quarta-feira (1 de junho). Os dirigentes sindicais se comprometeram em levar a contraproposta do Poder Executivo para discussão com cada categoria, ainda nesta segunda-feira. De todas as classes de órgãos públicos, somente os servidores da Empresa Mato-Grossense de Pesquisa e Extensão Rural (Empaer) não tiraram indicativo de greve.
 
O governador José Pedro Taques (PSDB) afirmou reiteradas vezes que, se concedesse o RGA, correria sério risco de atrasar os salários dos servidores, o que não ocorre há 26 anos. Ele preferiu honrar os salários em dia.
 
A Câmara Fiscal e a equipe econômica utilizaram o feriado prolongado para estudar números até chegar à proposta apresentada – 5% parcelado. “Nós chegamos à proposta possível. Comprometemos em fazer com que os dirigentes [do Fórum Sindical] tivessem um índice para discutir e, sim, apresentamos”, afirmou o secretário Júlio Cézar Modesto, de Estado de Gestão (Seges). 

 

Fonte: Olhar Direto

Publicidade Áudio

Enquete

Oque você mais deseja para o ano de 2020?

ALEGRIA

PAZ

FELICIDADE

PROSPERIDADE

SAÚDE

HUMANIDADE

RESPEITO

AMOR

DIGNIDADE

COMPAIXÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE