Paranatinga, 21 de Agosto de 2019

Política

REELEIÇÃO NO ALENCASTRO

Emanuel cita apoio de 11 siglas e se diz no “auge da vida pública”

Publicado 08/08/2019 11:13:27


CAMILA RIBEIRO E THAIZA ASSUNÇÃO 
DA REDAÇÃO

 

Mesmo sem afirmar publicamente que sairá candidato à reeleição, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), faz questão de dizer que há um número considerável de partidos que defendem que ele volte a disputar o Palácio Alencastro.

 

“O MDB quer que eu seja candidato, 11 partidos querem que eu seja candidato. Eu que estou segurando eles. Tem mais três que pediram agenda para conversar, tem um nacional que eu vou sentar com eles no dia 21”, disse o prefeito.

 

“Eu fico orgulhoso demais. Estou dizendo que não sou [candidato], minha mulher não quer que eu saia candidato e está todo mundo pedindo para eu ser candidato. Então, é um momento de orgulho. Estou no ápice, no auge da minha vida pública”, acrescentou ele.

 

Apesar das declarações, Emanuel afirmou que deixará a definição sobre uma nova disputa para o ano de 2020.

 

 

O MDB quer que eu seja candidato, 11 partidos querem que eu seja candidato. Eu que estou segurando eles. Tem mais três que pediram agenda para conversar

“Está nas mãos de Deus. Se tiver que ser, vai ser. Se não, vou deixar uma Cuiabá muito melhor do que a Cuiabá que eu recebi e projetada para o futuro para quem for o próximo prefeito dar sequência ao projeto de dinâmica, que é o que a sociedade cuiabana quer”, desconversou ele.

 

Aliança com DEM

 

Questionado se o DEM do governador Mauro Mendes integraria o rol de 11 partidos que apoiam a eventual disputa à reeleição, Emanuel disse que “parte da sigla” o quer candidato.

 

“Metade do DEM está [apoiando], a outra metade não. Faço tudo com muito amor, muita paixão e todas as forças partidárias que querem o melhor para Cuiabá estão vendo isso. E o DEM não é diferente. O DEM já está claramente dividido e eu fico orgulhoso com isso”, disse o prefeito.

 

Na oportunidade, Emanuel ainda amenizou o discurso do presidente da sigla em Mato Grosso, o ex-deputado federal Fabio Garcia, que é contra o partido apoiar a reeleição.

 

“Só posso dizer que ele vai ter muito trabalho, porque é a vontade pessoal das bases do partido dele. As forças políticas querem [a reeleição], as forças partidárias querem, então para mim é uma honra isso. Agora, ele vai ter trabalho”, afirmou o prefeito, em alusão à vontade de Garcia. 

 

 

 

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você aprova ou não? Vereadores de MT tentam mudar nome de Portão do Inferno para Portal Paraíso

SIM

NÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE