Paranatinga, 21 de Fevereiro de 2019

Política

MESA DA ASSEMBLEIA

Deputado reeleito cutucou colega e fez balanço de sua gestão na Mesa Diretora de 2017 a 2018

Publicado 01/02/2019 17:12:29


UGLAS TRIELLI, CAMILA RIBEIRO E CÍNTIA BORGES 
DA REDAÇÃO

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), reconduzido ao comando da Casa na manhã desta sexta-feira (1º), fez um balanço de sua gestão no Legislativo e afirmou que nada ficou “embaixo do tapete”.

 

Segundo ele, hoje, a Assembleia é mais transparente em relação ao passado e que, atualmente, todos os atos da Mesa Diretora são colocados no Portal Transparência da Casa. Ao fazer essa declaração, ele citou o deputado Ulysses Moraes (DC), que votou contra sua chapa e que tem feito críticas à sua gestão.

 

Botelho ainda disse que a legislatura passada deverá "entrar para história" como a que mais trabalhou e afirmou que irá se empenhar para ser o presidente de todos os parlamentares.

 

 

Não medirei esforços para garantir que cada deputado, cada deputada, possa cumprir da melhor forma seu mandato parlamentar

“Não medirei esforços para garantir que cada deputado, cada deputada, possa cumprir da melhor forma seu mandato parlamentar”, disse.

 

“Precisamos respeitar a diversidade, as ideias diferentes e os deputados que têm ideias diferentes”, completou.

 

Leia a íntegra do discurso:

 

"Senhoras e senhores, caros colegas deputados, autoridades, parentes e convidados, quem vos fala é um mato-grossense, livramentense que nasceu na roça, um dia estudou e saiu da roça, mas a roça nunca saiu de dentro dele. Capinei terreno, vendi jornais, fui operário, operário eu sou, fui aluno, aluno eu sou, fui professor, professor eu sou, me fizeram deputado pelo meu amado estado, deputado estou! Mesmo  assim, ainda sou o mesmo menino roceiro, esperançoso, cheio de coragem e força para trabalhar, pronto para honrar seus compromissos, porque que é assim a alma pura do roceiro, é assim a alma de um caboclinho que um dia só teve a força do braço para trabalhar e a palavra de honra para oferecer.

 

Por isso, minhas primeiras palavras são de gratidão! De agradecimento à minha família, meu pai ......., minha mãe ......., minha esposa...... e meus filhos ........, meus irmãos ....... e meus amigos pelo apoio e incentivo que sempre me deram na caminhada pessoal e política. São vocês que me trouxeram até aqui.

 

Agradeço também aos servidores desta casa, aos meus eleitores, que sempre confiaram no meu trabalho, a minha valorosa equipe, agradeço aos meus colegas Deputados que me confiaram esta missão. Agradeço a toda a legislatura passada em que atuei como primeiro vice-presidente nos primeiros dois anos e depois como presidente nos últimos dois anos.

 

Alair Ribeiro/MidiaNews

 

Deputado foi reconduzido ao comando da Assembleia Legislativa

Agradeço honrosamente todos os deputados e deputadas que já passaram por este parlamento, tanto da legislatura que agora termina quanto de todas as outras passadas, pelo seu legado e pela sua contribuição com o nosso estado. Quem não sabe reconhecer o trabalho realizado pelos outros, quem não sabe reconhecer o passado, quem não tem a humildade da gratidão está fadado a terminar solitário, fracassado e esquecido. Não serve para viver em sociedade. Estes valores eu trago do berço, por isso nunca vou cansar de agradecer a Deus, aos meus pais, a minha família, meus professores, meus amigos, meus colaboradores e todos aqueles que cruzam minha vida. Penso que a vida tem que ser assim: Saber reconhecer.

 

E é por esta legislatura que hoje encerra que desejo começar minha fala. Tenho orgulho de ter feito parte dela. Acredito que juntamente com todos os colegas deputados tenhamos escritos páginas imortais que devem entrar para a história desta casa como uma das legislaturas que mais produziu, graças ao trabalho de todos, em prol do bem maior. Erros? Quem se move, quem trabalha, comete, afinal, somos humanos e, por isso, existem as críticas. Mas algo eu tenho certeza: os acertos foram infinitamente maiores. Se fossemos listar aqui somente as coisas boas deste período, entre ações proativas e legislações aprovadas e executadas em favor da sociedade, talvez iríamos gastar o dia todo. Tem muito por fazer, a tarefa é árdua, mas temos que reconhecer que muito foi feito. Cito apenas algumas que são referência.

 

A decima oitava legislatura, que agora terminou, com recursos de economias do Poder Legislativo, desenvolveu várias políticas públicas no estado. Caso, por exemplo, das ambulâncias, quando todos os municípios do estado foram contemplados com recursos da Assembleia Legislativa devolvidos ao governo do Estado. Criamos, neste período, a assembleia itinerante, que percorreu o estado, visitando in loco, ouvindo pessoas, autoridades e levando cursos na área da educação, saúde, levando também assistência social e cidadania às pessoas, principalmente aos mais carentes. Foram 15 edições em quatro anos, o que fez com que atendêssemos mais de 100 municípios dos 141.

 

Fizemos gestão e aprovamos o FETHAB II para ajudar nas contas do estado e poder amenizar a crise e, principalmente, para a melhoria da infraestrutura. Criamos o Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso (FEEF) para uso exclusivo na saúde. Criamos ações para a compra coletiva de medicamento, o que barateou e muito para os municípios. Fizemos gestão na questão dos hospitais filantrópicos e regionais na hora mais difícil. São um conjunto de ações que salvou e continua salvando vidas.

 

Não podemos deixar de falar da nossa gestão junto aos servidores e governo para solucionar a questão do RGA e dar fim a greve naquele momento e normalizar a prestação de serviços. A Assembleia foi fundamental também na questão da regularização fundiária no estado. Com nossa ação avançamos muito neste setor.

 

 

E é por esta legislatura que hoje encerra que desejo começar minha fala. Tenho orgulho de ter feito parte dela. Acredito que juntamente com todos os colegas deputados tenhamos escritos páginas imortais

 Atuamos na aquisição de maquinários para a agricultura familiar, na construção de tanques para o desenvolvimento da piscicultura e o aumento de renda de nosso povo. Reduzimos o duodécimo com o objetivo de colaborar com as contas do governo que terminou seu mandato em 2018.

 

Ações de inclusão. Aqui na Assembleia atualizamos nossos servidores com cursos e palestras, implantamos as catracas eletrônicas, aperfeiçoamos o portal transparência, aumentamos os mecanismos de controle interno. Sempre com o objetivo de dar mais visibilidade e atender melhor a sociedade.

 

Agora já na nova gestão do governador Mauro Mendes estivemos no centro do debate, discutindo e aprovado leis que podem melhorar o controle dos gastos e ampliar a arrecadação do estado. Ações de readequação do estado para sanear as contas públicas e honrar seus compromissos, o que o governo chama de Pacto por Mato Grosso.

 

Como disse, são apenas algumas das tantas ações feita nesta legislatura.  Por isso sou muito grato pelos colegas e, independente de quem permanece ou não, todos estão de parabéns, afinal, aqui é um colegiado. Por isso digo: foi uma legislatura que fez história.

 

Gonzaguinha, cantor e poeta, dizia: Toda pessoa é sempre as marcas de outras tantas pessoas.  E é tão bonito quando a gente entende que a gente é tanta gente onde quer que a gente vá. É tão bonito quando a gente sente que nunca está sozinho por mais que pense que está. É assim que me sinto. Por isso minha gratidão a todos pelo ciclo que eu vivi, ao companheirismo e empenho de todos.

 

Senhoras e senhores, a vida é feita de ciclos e cada um vive o seu. Logicamente, quando empossamos os novos deputados, formamos a nova mesa diretora, iniciamos um novo ciclo. Então, quero manifestar minha gratidão também ao povo do nosso Estado e aos colegas deputados desta legislatura, a décima nona, que continuam confiando no meu trabalho como Deputado Estadual e também presidente desta casa.

 

Assumo este honroso cargo de presidente pela segunda vez exatamente quando inicio o segundo mandato nesta Casa. E novamente, por sentimento igual, agradeço de coração aos colegas deputados desta nova legislatura por me reconduzir a presidência.

 

E, enquanto Presidente, quero dizer que esta missão não é somente minha, será imprescindível a colaboração de todos. Cada um de nós é um vencedor. Conquistamos a confiança de milhares de cidadãos e cidadãs em um estado de três milhões e meio de habitantes. Somos um e somos todos nós, os 24 parlamentares, a quem a sociedade confiou um mandato popular no mais democrático de todos os poderes.

 

 

Quero que todos saibam que temos pela frente enormes desafios, reformas para serem feitas, crises para serem enfrentadas

Quero que todos saibam que temos pela frente enormes desafios, reformas para serem feitas, crises para serem enfrentadas e as possíveis soluções passam por aqui. Temos que fazer um estado mais equilibrado. Não pode o pobre a cada dia ficar mais pobre e o rico ficar cada dia mais rico. Não pode todo dia aumentar o número de pessoas que perdem emprego e renda enquanto a concentração de capital tem cada vez menos donos. Somos os representantes do povo e é para o povo que devemos estar voltados.

 

Teremos a responsabilidade de discutir os desafios da educação, da saúde, da segurança, do meio ambiente, da infraestrutura, da agricultura, da pecuária, da geração de emprego e renda e do bem-estar social. Temos que falar do aumento de arrecadação, das reformas que o estado tento necessita. O Estado precisará da nossa contribuição, das nossas ideias, das nossas sugestões, das nossas leis e do nosso empenho.

 

Estes desafios nos impõem a tomada de decisões, nem sempre simpáticas, mas necessárias. Devemos ter a coragem, a responsabilidade com a governabilidade, afinal, somos parte dela, fomos eleitos para isso.

 

Aqui estão catorze segmentos ideológicos representando o pensamento plural do povo mato-grossense. Na vida desta Casa, creio, nunca houve tantos partidos representados. Pedem ter certeza que vou me empenhar para ser o presidente de todos, tendo como norte o respeito à diversidade de ideias e partidária.

 

Na condição de presidente não medirei esforços para que cada deputado e cada deputada possa cumprir, da melhor forma possível, seu mandato parlamentar. Também não medirei esforços para estabelecer um diálogo permanente com os servidores desta Casa, valorizando o conhecimento acumulado e buscando qualificar, cada vez mais, para melhorias das condições de trabalho.

 

Nós estamos aqui para isso, como no poema do romancista Gonçalves Dias, intitulado a Canção do Tamoio, que diz muito do ânimo que devemos ter no enfrentamento dos problemas: “Não chores, meu filho; Não chores, que a vida. É luta renhida: Viver é lutar. A vida é combate, Que os fracos abate, Que os fortes, os bravos, Só pode exaltar.

 

De minha parte, sem esquecer minhas origens Papa banana, Cuiabano de tchapa e cruz, fruto deste doce cerrado sei que seguirei ao pé do eito, com o pé no chão, lutando dia e noite, cada minuto, cada segundo, para fazer deste estado o melhor para cada cidadão e para cada cidadã que aqui vive. 

 

Para encerrar, quero pedir que Deus e nosso Senhor Jesus Cristo que nos abençoem, nos iluminem e nos conduzam pelos caminhos da inteligência, da sabedoria, do entendimento, da tolerância, para que possamos sempre fazer o bem, fazer o correto e assim poder melhorar a vida de todos os mato-grossenses.

 

Finalizando pedindo licença para declamar uns versos de Mario Quintana de uma poesia chamada esperança:

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

 

Que a esperança seja nossa companheira, a coragem nossa ferramenta e o salario a prosperidade de toda gente deste estado.

OBRIGADO A TODOS!"

 

 

 

Fonte: Mídia News

Publicidade Áudio

Enquete

Como você avalia os primeiros 30 dias de Bolsonaro

Bom

Ruim

Péssimo

Excelente

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE