Paranatinga, 27 de Junho de 2019

Política

CASSAÇÃO DE SELMA

Botelho descarta Senado, mas admite tentar Prefeitura de Cuiabá

Publicado 12/04/2019 13:39:21


CÍNTIA BORGES 
DA REDAÇÃO

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), negou na manhã desta sexta-feira (12) que tenha a pretensão de disputar uma eventual eleição suplementar ao Senado, caso a cassação da senadora Selma Arruda (PSL) seja mantida no Tribunal Superior Eleitoral.

 

O nome dele foi ventilado pela imprensa como um dos possíveis candidatos à vaga.

 

"Um repórter ontem me perguntou se eu gostaria de ser senador. Eu gostaria, tenho um sonho de ser senador (risos). Mas nessa eleição agora eu não pretendo, não sou candidato, não vou entrar nesta disputa. Não é o momento ainda”, afirmou o presidente do Legislativo. 

 

“Ainda tenho que consolidar meu nome em todo o Estado, como um político verdadeiro, um estadista. Para ser senador, tem que ser estadista. E eu ainda não consolidei meu nome como tal. É preciso trabalhar mais para chegar lá, ainda tem um tempo aí”.

 

Prefeitura

 

Se em relação a uma disputa ao Senado ele foi enfático em negar a intenção, o mesmo não se pode dizer quando perguntado sobre uma eventual candidatura à Prefeitura no ano que vem. E incluiu em seu radar até mesmo a possibilidade de concorrer na Capital.

 

Ele citou Cuiabá depois de ser peguntado se tem interesse em se candidatar em Várzea Grande.

 

“É uma questão que vamos discutir ainda. Poder ser Várzea Grande, pode ser Cuiabá também. Agora, é uma discussão que eu não estou correndo atrás. Se meu nome for colocado como possível para ajudar uma das duas cidades, eu estarei pronto”, disse. 

 

“Mas não é aquele objetivo meu.  Estou fazendo um bom trabalho na Assembleia. Quero continuar ajudando Mato Grosso, principalmente neste momento de crise, neste momento de dificuldade. Este é o meu objetivo: ajudar o Governo do Estado realmente a atravessar este momento”.

 

Perguntado por um jornalista se tem preferência por Várzea Grande ou Cuiabá, Botelho brincou. “As duas moram no meu coração”.

 

Cassação

 

Selma Arruda foi cassada em sessão do Tribunal Regional Eleitoral realizada na quarta-feira (10). Por unanimidade, os membros da Corte Eleitoral decidiram que a congressista cometeu abuso do poder econômico e caixa 2 na eleição de 2018.

 

Além da cassação, o TRE determinou a realização de um novo pleito para a vaga ao Senado. O caso ainda será apreciado pelo TSE.

 

 

 

Fonte: midianews

Publicidade Áudio

Enquete

Após iluminação pública, qual investimento será mais importante a Paranatinga

ASFALTO

PRAÇAS PÚBLICAS

SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

SAÚDE PÚBLICA

EDUCAÇÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE