Paranatinga, 25 de Fevereiro de 2018

Política

Bezerra diz que Valtenir volta ao MDB: “É mais oportuno para ele”

TROCA-TROCA PARTIDÁRIO | 07/02/2018 18:06:17


O presidente do MDB em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, afirmou que o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) vai assinar a ficha de filiação da sigla nos próximos dias.

 

Valtenir havia deixado o MDB em maio de 2017, quando retornou ao PSB e assumiu a presidência do partido no Estado.

 

Sua entrada dispersou as maiores “estrelas” do partido, como o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes e o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho.

 

Segundo Bezerra, o retorno foi uma decisão pessoal de Valtenir. Ele disse ser mais oportuno ao colega parlamentar sair do PSB.

 

“Ele pediu para voltar e eu não tenho oposição nenhuma à vinda dele. Nem o partido tem”, resumiu Bezerra ao MidiaNews.

 

“Ele disse achar mais oportuno para ele retornar ao MDB. É uma convicção pessoal dele. Eu não fiz uma indagação psiquiátrica, psicológica, em cima dele para saber as profundezas dessa decisão”, afirmou.

 

 

Ele pediu para voltar e eu não tenho oposição nenhuma a vinda dele. Nem o partido tem

Nos bastidores a informação é de que o parlamentar quer apoiar a reforma da Previdência do presidente Michel Temer (MDB), mas a direção nacional do PSB é contra.

 

Além disso, conforme revelou a coluna Fogo Amigo, do MidiaNews na semana passada, uma articulação nacional entre PSDB e PSB poderia colocar Valtenir no palanque do governador Pedro Taques (PSDB) nas eleições deste ano (leia AQUI).

 

“Foi uma decisão pessoal dele. E não acredito que isso possa prejudicá-lo politicamente. Ele é muito trabalhador, muito ativo e compensa isso de outro modo”, disse Bezerra.

 

O deputado Carlos Bezerra negou saber quem ficará no comando do PSB em Mato Grosso.

 

“Não sei. Aí, é problema do PSB. Tem que perguntar para o pessoal de lá, porque não sei da vida dos outros. Mal dou conta da minha vida”, brincou o deputado.

 

Valtenir havia deixado o PSB em 2013, por divergências com Mauro Mendes. Desde então, passou pelo Pros, PR, PMB e MDB.

 

 

Fonte: Midia News

FACEBOOK