Paranatinga, 09 de Agosto de 2020

Polícia

Bope

Você fez a pior escolha da sua vida, diz ex-esposa de homem morto pelo Bope

Publicado 31/07/2020 10:37:15


A ex-esposa de William Diego Ribeiro Morais, de 37 anos, morto em confronto com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), lamentou a morte do homem no Facebook, antes de desativar o perfil. Além dele, outros quatro morreram na madrugada da última quarta-feira (29), nos fundos do Belvedere 2, bairro Itamaraty, em Cuiabá.

 



“Ele [o filho] e eu só temos uma coisa a falar, você fez a pior escolha da sua vida. E veio a consequência. Eu já não tenho mais você, sei que me amou muito e me fez muito feliz” diz. “Obrigada por me proporcionar tantos momentos bons e ruins ao seu lado. Saiba que sempre será lembrado. Eu vou estar aqui embaixo. Sei que você está em um bom lugar, pois seu coração era imenso. Eu amo você”, acrescenta.



Em outra postagem, a mulher diz sentir saudades. “Você me deixou e nosso filho. Quero te agradecer por tudo o que fez por mim e por...não consigo entender o porquê foi fazer isso. Não caiu a ficha ainda. Que saudade você vai deixar meu gordo”, lamenta.
 
Áudio
 
Em um áudio, que parece ter sido gravado na véspera do ocorrido, William pede para que uma mulher deixe-o a mensagem guardada, para mostrar a sua ex-esposa. “O que eu vou falar para você agora, ninguém sabe. Estou indo em uma situação, que não tem como eu voltar atrás mais. Não vai acontecer nada comigo, mas se acontecer, deixa esse áudio gravado”.

“Quero que você fale para a A. que eu amo muito ela, meu filho, do fundo do meu coração. Quero que me perdoe se eu magoei ela com alguma coisa. É obvio que eu fiz isso, mas ficou para trás. Estou em uma missão meio bomba amanhã, não tem como eu sair dessa. Mas se der certo, vai ser bom também, porque nunca mais vou precisar fazer nada errada na minha vida”, finaliza o áudio.

O crime 

De acordo com a Polícia Militar, os seis homens estavam em dois carros (Corolla blindado e Uno) e atiraram contra a viatura do Bope durante uma perseguição.
 

 


As investigações, ainda no início, apontam que os seis suspeitos iriam cometer um assalto em uma residência do Belvedere. A quantia estimada de ‘lucro’ no crime seria de R$ 600 mil, valor que seria dividido de forma igualitária entre os membros da suposta quadrilha.

Ao Olhar Direto, o tenente-coronel Ronaldo Roque da Silva, comandante do Bope, disse que os bandidos estavam sendo monitorados desde a última terça-feira (28). No local onde os criminosos foram mortos, os PMs encontraram três revólveres e a mesma quantidade de pistolas.

No confronto morreram o policial Oacy da Silva Taques e Leonardo Vinícius de Moraes Alves, filho de um sargento da PM, Gabriel de Paula Bueno, Jhon Dewyd Bonifácio de Lima, André Felipe de Oliveira Silva e William Diego Ribeiro Morais.

 

 

Fonte: olhardireto

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE