Paranatinga, 17 de Novembro de 2018

Polícia

Polícia Federal e Gefron libertam família que havia sido sequestrada e suspeito é morto em confronto em MT

PF | 24/10/2018 13:47:54


 

A Polícia Federal (PF), com o apoio do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), libertou uma família que havia sido sequestrada por membros de uma organização criminosa em Cáceres, a 280 km de Cuiabá, nessa terça-feira (23).

Um suspeito foi preso e o outro morreu durante troca de tiros com os policiais.

A PF investigava casos de sequestro e tortura de famílias no município. Após as investigações, os policiais descobriram que as famílias eram rendidas e permaneciam em cárcere privado até que os veículos e demais objetos roubados nas casas fossem levados até a Bolívia.

Nessa terça-feira, policiais federais de Cáceres monitorava o veículo de um dos integrantes da organização criminosa, quando viram que o carro seguiu para uma estrada na zona rural, com vários objetos, e retornou vazio para Cáceres.

Após diversas diligências, policiais federais e do Gefron localizaram a família sequestrada. Porém, como havia diversos reféns e os criminosos estavam com várias armas, os policiais optaram por não intervir de imediato para evitar um confronto expondo os reféns a alto risco.

Após a saída dos criminosos da sede da fazenda em um veículo Gol, roubado daquela propriedade, outra equipe da Policiais Federal abordou o veículo já na BR-070, sendo que este desobedeceu a todas as ordens de parada, fugindo em alta velocidade. Após 3 km de acompanhamento, o veículo parou repentinamente e os criminosos saíram atirando contra os policiais, que revidaram.

Dois criminosos foram feridos e socorridos imediatamente após o confronto, sendo que um morreu atingido por disparo de arma de fogo. Outros dois criminosos fugiram do local entrando na mata.

Tanto o criminoso preso quanto o que foi morto estavam envolvidos em vários crimes como sequestro de famílias e roubo de veículos.

Durante o confronto, os policiais perceberam que havia, no interior do veículo Gol, um refém junto aos criminosos, o qual, devido ao cuidado na atuação dos policiais, teve sua integridade física totalmente preservada.

 

Os policiais libertaram todos os integrantes da família sequestrada. O caseiro foi encaminhado ao hospital com ferimento na cabeça ocasionado pelos criminosos. Os familiares relataram que os suspeitos agiram com muita violência durante as 3 horas que foram mantidos como reféns.

Foram apreendidas cinco armas de fogo.

 

Fonte: G1

Publicidade Áudio

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE