Paranatinga, 19 de Novembro de 2017

Polícia

PMs de MT são presos acusados de sequestro no Maranhão

FARDA SUJA | 13/07/2017 12:34:59


Dois policiais militares de Mato Grosso foram presos pela Polícia Civil do Maranhão, nesta quarta-feira (12), acusados de envolvimento no sequestro de uma família que mora na zona rural de Santa Luzia (300 km de São Luiz).

 

Conforme a polícia, durante a ação houve troca de tiros. No total, quatro pessoas foram detidas.

 

Os policiais foram identificados como soldado Edoriel Tales Taques Albuquerque e outro é o cabo Wellington Bispo Nunes.

 

Eles estavam com a família amarrada em uma casa, quando os policiais civis chegaram.

 

Os quatro envolvidos - incluindo os dois policiais - foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

 

Reprodução

celulares

Com os quatros sequestradores foram encontrados diversos celulares

Por meio de nota à imprensa, a PM do Maranhão informou que os dois militares de Mato Grosso haviam pedido licença para viajar e resolver questões pessoais.

 

Além disso, a assessoria ainda relatou que um Inquérito Policial Militar (IPM) será instaurado para apurar as circunstancias do crime imputado a eles.

 

Confira a nota na íntegra:

 

 

 

"A Polícia Militar informa que tomou conhecimento da prisão de dois policiais do Batalhão Rotam, um cabo e um soldado, no Estado do Maranhão, porém não recebeu nenhuma informação oficial sobre as circunstancias e os crimes a eles imputados.

 

Informa ainda que além das implicações a que estão sujeitos na Justiça Comum, um Inquérito Policial Militar (IPM) será instaurado pela Corregedoria da PMMT para apurar a conduta de ambos.

 

De acordo com o comandante do Policiamento Especializado(Cesp) da Polícia Militar, coronel Henrique Correa Santos, os dois policiais viajaram após pedir dispensa para resolver questões pessoais.

 

O comandante das unidades especializadas lamenta pelo ocorrido e reforça que a Polícia Militar repudia atos dessa natureza."

 

 

 
 

Fonte: Midia News

FACEBOOK