Paranatinga, 27 de Abril de 2018

Polícia

Operação termina com 161 presos em MT

BAIRRO SEGURO | 03/04/2018 19:05:27


Cento e sessenta e uma pessoas foram presas em ações integradas e simultâneas nos 141 municípios de Mato Grosso, durante a operação Bairro Seguro. A Sesp, por meio das forças de segurança, intensificou as ações preventivas e repressivas durante o fim de semana de Páscoa, de sábado (28.04) até a meia noite de domingo (29.04).

A operação ofensiva à criminalidade cumpriu 107 mandados de busca e apreensão, 90 mandados de prisão, 75 flagrantes, mais de 18 quilos de droga foram apreendidos, além de 14 armas de fogo retiradas de circulação e 12 veículos localizados e recuperados.

Na ação integrada também foram realizadas 95 orientações, fiscalizações e inspeções técnicas em estabelecimentos comerciais dos municípios. 

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, destacou a importância da ação integrada, que reuniu esforços da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

"As forças têm participado e interagido cada vez mais. A troca de informações é constante, o que favorece o sucesso de operações como esta que lançamos. Os resultados são grandiosos e significativos para a segurança pública do Estado e para toda população.

O gestor ainda acrescenta que a operação Bairro Seguro é fruto de um planejamento integrado em todos os níveis de ação: estratégico, tático e operacional, atendendo demandas que estavam reprimidas.

“Tivemos vários pedidos das comunidades para que intensificássemos o policiamento, aumentando o número de policiais e viaturas nas ruas. Alinhamos as demandas comunitárias com as questões técnicas das análises criminais da Secretaria”.

O subchefe de Estado Maior Geral da Polícia Militar, coronel Henrique Correa da Silva Santos, destaca que a operação está consolidada e bons resultado com foco no preventivo e repressivo.

“A Polícia Militar tem participado de forma efetiva e intensa colocando o máximo de policiais nas ruas nos 141 municípios. Consegue fazer a repressão e prevenção de forma abrangente o que traz para a sociedade, principalmente os municípios mais carentes, uma sensação de segurança mais efetiva”.

O delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Fernando Vasco Spinelli, frisa que os trabalhos integrados da PJC com as demais forças de segurança contribuem diretamente para o êxito das ações repressivas em todo Estado.

Bairro Seguro

A ação integrada contou com 1.385 profissionais envolvidos diretamente nesta etapa. Cerca de 350 viaturas foram destacadas, com apoio das aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Entre as ações deflagradas, estão: os 605 bloqueios aleatórios, 796 bloqueios com várias viaturas e 872 pontos de estacionamentos com o emprego de uma viatura. Além das abordagens de 4.059 veículos e 7.066 pessoas.

Desenvolvida com o apoio de lideranças comunitárias, a estratégia da operação “Bairro Seguro” vem sendo colocada em prática desde 2015, com resultados positivos para a redução de homicídios e crimes patrimoniais.

 

Fonte: FOLHA MAX

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE