Paranatinga, 06 de Dezembro de 2019

Polícia

"BIBI DA VG"

Mulher é presa por cometer crimes a mando de marido preso em MT

Os produtos estão avaliados em R$ 150 mil.

Publicado 29/08/2017 12:37:51


Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande prenderam uma mulher de 28 anos, envolvida com crimes praticados a mando do marido, preso na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá. A suspeita, Cleiza de Lima, 28,  conhecida Bibi de VG",  foi presa na sexta-feira (25.08) com 34 munições dos calibres 40, 38, 22 e  3 munições  9mm.

A prisão ocorreu em uma casa no bairro Jardim União. Considerada de alta periculosidade, a mulher foi autuada em flagrante por posse irregular de munições de uso permitido, posse ilegal de munições de uso restrito, corrupção de menor e exploração sexual infantojuvenil.

Com a moça também foram apreendidos 3 aparelhos celulares seminovos Sansung e 1 da marca LG, com suspeita de pertencerem ao lote de aparelhos roubados no dia 18 de agosto de 2017 da Lojas Americanas e Casas Bahias. Os produtos estão avaliados em R$ 150 mil.

Segundo a apuração da Derf, a mulher também aparece em investigações de roubos e furtos a residências e comércios em Várzea Grande, atuando na logística dos crimes, fornecendo armamento e munições aos executores. Durante a prisão em flagrante, a suspeita estava com um aparelho celular da marca LG nas mãos, a qual alegou não ter nota fiscal.

Quando os policiais solicitaram que o aparelho fosse destravado, ela atirou o celular ao chão, quebrando o aparelho para dificultar o reconhecimento de alguma vítima. A ficha criminal da presa apresenta condenação de 5 anos de reclusão por roubo e antecedentes por homicídios.

Ela é mulher do presidiário, Brendo Kaike Vieira Dutra, que cumpre pena por condenação de crime de homicídio e tem passagens por roubos. As informações levantadas pelos investigadores, apontam Cleiza como braço direito do marido do lado de fora da prisão.

Em sua casa, os policiais encontraram uma adolescente que afirmou ser garota de programa, supostamente agenciada pela suspeita. A menor estava com um celular recebido de Cleiza como forma de pagamento.

 

Fonte: Folha Max

Publicidade Áudio

Enquete

Oque você mais deseja para o ano de 2020?

ALEGRIA

PAZ

FELICIDADE

PROSPERIDADE

SAÚDE

HUMANIDADE

RESPEITO

AMOR

DIGNIDADE

COMPAIXÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE