Paranatinga, 22 de Outubro de 2019

Polícia

INCREMENTO NA FROTA

Motos auxiliam policiamento e dão resultados em todo o Estado

Publicado 28/04/2016 13:55:54


Moradora de uma rua sem asfalto do bairro Jardim Vitória, a dona de casa Lucélia Arruda conta que era raro ver um carro de polícia fazer rondas em frente à sua casa. “Aqui as ruas são de terra e estreitas, fica difícil entrar com carro”, relata.

 

O cenário mudou para melhor desde fevereiro, quando a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) entregou um lote de 174 motos para as bases da Polícia Militar em todo o Estado. Com mais agilidade e mobilidade, o policiamento ostensivo foi reforçado.

 

“As motos entram e saem rápido em qualquer rua. Melhora muito o atendimento para quem precisa da polícia”, avalia a moradora.

 

A mudança na rotina das unidades policiais já é perceptível. O comandante da base do Jardim Vitória, tenente Welisson dos Santos, diz que as motos permitiram a retomada de atividades que antes estavam suspensas por problemas de acesso.

 

“Utilizamos as motos diariamente em rondas escolares e comerciais. Além disso, pudemos atuar melhor na região. O Jardim Vitória está sendo asfaltado agora, e o acesso à maioria das ruas é difícil com as viaturas. Com as motos, o atendimento não perde qualidade”, afirma o comandante.

 

Morador do bairro há 5 anos, Edson Moraes confirma que que a atuação da PM melhorou nos últimos meses. “A gente vê mais os policias agora, com as motos, eles passam toda hora e a gente se sente mais seguro” afirma.

 

Batalhões especializados

 

As forças especializadas também receberam reforço. As 10 motocicletas do Batalhão de Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) são empregadas no patrulhamento diário, rondas e em atividades específicas da tropa e operações policiais.

 

Comandante da equipe de Rondas Táticas Móvel (Rotam), tenente-coronel PM Ronaldo Roque afirma que o incremento das viaturas facilita o deslocamento dos policiais. “Com isso, temos uma resposta mais rápida as ações de repressão aos atos delituosos, ” explica.

 

Segundo o comandante da Rotam, o retorno da população também tem sido positivo.“As motos são uma ferramenta importante para o policiamento preventivo, sobretudo naquelas situações que necessitam deslocamento emergencial. A população tem percebido a intensificação das atividades do batalhão” explica.

 

À frente da coordenação da Companhia de Moto-patrulhamento Tático da Rotam, o tenente Marcos Ferreira destaca a importância da capacitação dos policiais.

 

“ É importante considerar que o policial de moto tem uma tensão diferente do policial de viatura. Com isso, a capacitação foi rigorosa e a atenção no desempenho das atividades é redobrada e monitorada”, disse.

 

Para ser um moto-patrulheiro, algumas habilidades especificas são necessárias, explica o coordenador.

 

“O trabalho operacional de um policial militar já é complexo por natureza, ao adicionar o uso das motocicletas nas atividades, aumenta-se significativamente o perigo, estresse e dificuldades. Por isso, é de suma importância o preparo e capacitação dos profissionais para atuarem nesta atividade” esclarece o tenente.

 

Em Rondonópolis, os resultados também são favoráveis à população. “A atuação policial pôde ser intensificada, principalmente, nos bairros periféricos. Com um planejamento estratégico, colocamos cerca de 30 policiais atuando diariamente e isso têm registrado aumento no atendimento às ocorrências” destaca o comandante do 4° Batalhão da PM, coronel PM, Maurício Domingues.

 

Frota

 

O investimento em veículos faz parte do projeto de reconstrução da Segurança Pública de Mato Grosso, iniciado na atual gestão.

 

Em 2015, a Sesp entregou 51 caminhonetes modelo L200 Triton para a Polícia Militar e 36 viaturas do mesmo modelo para Polícia Judiciária Civil em todo o Estado. Em fevereiro, foram entregues as 174 motocicletas.

 

No planejamento da secretaria está previsto ainda a compra de até 200 caminhonetes modelo SUV para ronda policial e transporte de acusados. Um modelo está em testes desde o início de abril para futura aquisição.

 

Distribuição motos

 

Cuiabá: 40
Várzea Grande: 21
Sinop:12
Rondonópolis: 14
Barra do Garças: 8
Cáceres: 8
Tangará da Serra: 6
Juína: 8
Alta Floresta: 4
Vila Rica: 2
Água Boa: 6
Pontes e Lacerda: 6
Nova Mutum: 6
Primavera do Leste: 9
Peixoto de Azevedo: 4
Forças especializadas: 20

Fonte: Mídia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você é a favor ou contra privatização da MT 130 entre Primavera do Leste a Paranatinga

A FAVOR

CONTRA

INDEFINIDO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE