Paranatinga, 20 de Novembro de 2017

Polícia

Homem sofre tentativa de linchamento após ser acusado de abuso contra criança de 5 anos

ABUSO SEXUAL | 08/11/2017 11:55:17


Um homem de 45 anos, identificado como A. A. P. F., foi vítima de tentativa de linchamento por populares que souberam que ele era acusado de ter abusado sexualmente de uma menina de 5 anos no início do mês de outubro, no bairro Jardim Novo Milênio em Cuiabá. O suspeito já possuía diversas passagens pela Justiça.

De acordo com o boletim de ocorrência, no dia 23 de outubro a mãe da criança procurou a delegacia para fazer a denúncia. Segundo ela, há aproximadamente 15 dias (da data em que procurou a delegacia) ela estava em sua residência quando deu falta da filha. Ela foi até a igreja nos fundos da casa, onde a menina costuma brincar, para procurá-la.

Ao chegar lá a mãe encontrou a igreja aberta e entrou. Ela começou a procurar a filha pelo local e foi até o banheiro, mas encontrou a porta trancada. Ao sair da igreja, momentos depois ela viu o suspeito também saindo e o abordou.

A mãe perguntou se ele havia visto sua filha e ele respondeu que tinha visto a menina na frente da igreja. A mulher então começou a chamar por sua filha, até que ela respondeu. A menina contou à mãe que estava no banheiro com o suspeito e que ele tirou seu órgão genital da calça, pedindo para que ela pegasse e colocasse na boca, mas ela se recusou.

Depois do registro desta ocorrência vários moradores tiveram conhecimento do caso e o homem, que era freqüentador da igreja, acabou fugindo do bairro. Já por volta das 21h desta terça-feira (7) uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de tentativa de linchamento no bairro Goiabeiras.

Os policiais foram até o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), onde o homem era atendido, e ele já havia sido medicado e liberado pelos médicos. Neste momento a mãe da menina chegou ao PSM e relatou aos policiais o caso relatado por sua filha. Mesmo após ter se mudado, os moradores do bairro Novo Milênio tomaram conhecimento do caso e, indignados, agrediram o homem.

A menina já havia repetido a história para uma psicóloga. Diante dos fatos o suspeito e a mãe da menina foram encaminhados até a delegacia para registro do fato e para que fossem tomadas as providências. A polícia também constatou que o homem já havia outras passagens criminais pela Justiça.

 

Fonte: Olhar Direto

FACEBOOK