Paranatinga, 14 de Dezembro de 2017

Polícia

Homem de 42 anos é preso e confessa ter atropelado professora após show sertanejo

EM BARRA DO GARÇAS | 27/11/2017 13:40:23


Um homem de 42 anos, identificado como I.N.S., foi preso no último final de semana (24) e confessou ter atropelado a professora Mônica Alencar Miranda, de 33 anos, às margens da BR-070, em Barra do Garças (520 quilômetros de Cuiabá), no ultimo dia 19 de novembro, após um show da dupla Cleber e Cauã, que aconteceu no munícipio. No carro, foram encontrados vestígios da roupa da mulher.

 
Segundo o boletim de ocorrências (BO), a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima, dizendo que o homem seria o responsável pelo atropelamento. Quando a equipe fechou ao local, o encontrou e questionou sobre o fato. O suspeito confirmou que seria o responsável pelo crime.
 
Ainda aos militares, o homem disse que estava voltando de um local e que havia ingerido bebida alcoólica. Além disto, contou que não prestou socorro à vítima porque ficou assustado. O veículo dele, um Del Rey, estava estacionado. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada e realizou os trabalhos no carro, que foi encaminhado ao pátio do Batalhão de Trânsito.
 
O caso
 
A professora Monica Alencar Miranda, de 33 anos foi encontrada inconsciente com ferimentos no rosto caída as margens da Rodovia BR-070, próximo a um clube na cidade de Barra do Garças (500 km de Cuiabá) na manhã do dia 20 de novembro. Conforme familiares ela havia ido com o ex-marido em um show na noite anterior.
 
Uma equipe do Corpo de Bombeiros, acionada por populares esteve no local e encaminhou a moça ao hospital, onde precisou permanecer hospitalizada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com a suspeita de traumatismo craniano e ferimentos em seu olho esquerdo.
 
A professora leciona em uma escola da rede municipal e em outra particular em Barra do Garças.

 

 

Fonte: Olhar Direto

FACEBOOK