Paranatinga, 14 de Dezembro de 2017

Polícia

Garotinho diz ter sido agredido com um porrete na cadeia em Benfica

DENÚNCIA | 25/11/2017 11:09:29


O ex-governador Anthony Garotinho (PR), preso na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio, afirmou que foi agredido nesta sexta-feira, dentro da penitenciária, com um porrete. Ainda de acordo com o ex-governador, chegaram a apontar uma arma para ele. Por outro lado, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) diz que ele se autolesionou. As informações são do portal "G1".

Garotinho disse que sua cela foi invadida durante a madrugada. Então, houve a agressão. Ele foi levado no fim da manhã de hoje para a 21ª Delegacia Policial (DP), em Bonsucesso, onde prestou depoimento.

CLARISSA COBROU GARANTIA DE INTEGRIDADE

Na última quinta-feira, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR), filha do ex-governador, disse que cobrou responsabilidade de diversas autoridades pela integridade física de seu pai. De acordo com ela, a ida do ex-governador a Benfica apresentava uma "ameaça".

No mesmo presídio estão o também ex-governador Sérgio Cabral, o presidente da Alerj, Jorge Picciani, e os deputados Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do PMDB. Eles são rivais políticos de Garotinho.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais nesta quarta-feira, Clarissa afirmou que o ex-governador foi informado por um agente do presídio de que corria risco de vida.

"Ontem, quando voltaram para a cadeia, liguei para o meu pai e disse que estava preocupada, porque a totalidade das denúncias que levaram essa quadrilha do PMDB para a cadeia foi ele quem fez. Esse agente penitenciário já tinha passado a informação de que Cabral teria dado a declaração de que que faria xixi na sepultura do Garotinho, uma clara ameaça à vida dele. Garotinho preparou um ofício para que Governador Pezão aumentasse a segurança dele porque tinha sido ameçado", contou Clarissa.

 

 

Fonte: EXTRA

FACEBOOK