Paranatinga, 19 de Dezembro de 2018

Polícia

APÓS 7 MESES

Após sete meses, corpo de aposentada desaparecida é localizado separado da cabeça

Publicado 14/11/2018 10:07:37


Os restos mortais da aposentada Marilene Pereira Neto, de 55 anos, foram encontrados na manhã desta terça-feira (13), em uma região de mata perto de Nova Mutum (a 240 quilômetros de Cuiabá). Ela estava desaparecida há sete meses e foi vista pela última vez quando saia da casa do filho, em um carro, modelo Jetta, em Arenápolis  (a 233 km de Cuiabá).


De acordo com a Polícia Militar, primeiro encontraram o Jetta abandonado e na sequência encontraram os restos mortais de Marilene. A cabeça estava separada do corpo, mas não é possível saber se ela foi decapitada, por conta do avançado estado de decomposição. Somente o exame de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) irá apontar a verdadeira causa da morte.
 
Marilene foi vista pela última vez em uma quinta-feira (11), do mês de abril, quando saiu da casa do filho em Arenápolis, em um carro Jetta, com destino à Nova Mutum. Segundo o filho, Iuri Gabriel Pereira Ribeiro, ela saiu por volta das 14 horas, mas como não chegou ao destino, ele entrou em contato com a polícia.
 
As últimas informações que o filho teve da mãe são de que ela teria sido vista por volta das 16 horas, em um posto, no entroncamento que dá acesso à cidade de Diamantino, para pedir informações. Desde então, Iuri não teve mais informações sobre o paradeiro da mãe.
 
Um helicóptero sobrevoou a área, mas nem o veículo, nem a aposentada foram encontrados. O Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP), da Polícia Judiciária Civil (PJC), investigava o caso.

 

Fonte: Olhar direto

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE