Paranatinga, 26 de Junho de 2019

Paranatinga

BR 242

Prefeito Marquinhos participou de discussão sobre mudança no traçado da BR 242

Publicado 21/12/2018 08:24:30


Além do Dnit, a proposta deve ser analisada pelo Ibama e Funai, conforme prevê o superintendente do órgão em Mato Grosso, Orlando Fanaia Machado. Ele diz, ainda, que o Dnit já tem contratos licitados e em execução para o trecho da BR-242 que incluem estudos ambientais e consulta às etnias indígenas.

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) vai analisar nova proposta de traçado para a BR-242 entre Santiago do Norte (distrito de Paranatinga) a Gaúcha do Norte. A nova proposta foi elaborada por produtores rurais e prefeitos da região e contou com a participação de duas etnias indígenas. Ela pretende a mudança do traçado para evitar suposta ameaça a espaços sagrados dos indígenas, o que estaria dificultando a pavimentação do trecho.

 

Além do Dnit, a proposta deve ser analisada pelo Ibama e Funai, conforme prevê o superintendente do órgão em Mato Grosso, Orlando Fanaia Machado. Ele diz, ainda, que o Dnit já tem contratos licitados e em execução para o trecho da BR-242 que incluem estudos ambientais e consulta às etnias indígenas.

 

Durante a reunião com prefeitos e lideranças da região, nesta sexta-feira (14.12) e que contou com a intermediação do senador Wellington Fagundes e do deputado federal Victória Galli, representantes das etnias que estão no Território Indígena Xingu (TIX) alegam que somente duas nações foram consultadas para a mudança do traçado proposto e que é preciso discutir a questão com a totalidade das 16 etnias. Uma nova reunião ficou marcada para fevereiro entre as etnias, as lideranças e prefeitos da região.

 

O senador Wellington confirmou a necessidade de consulta aos indígenas e solicitou urgência do Dnit, Ibama e Funai para a definição sobre a proposta de novo traçado, que poderá ser acatada, ou não, pela empresa já contratada para a pavimentação do trecho.

 

A reunião desta sexta-feira foi realizada na Assembleia Legislativa e contou com a participação do prefeito de Nova Ubiratã, Valdenir José dos Santos, de Gaúcha do Norte, Voney Rodrigues Goulart, de Paranatinga, Marquinho do Dedé, e do presidente do Comitê Pró-BR-242, Odir José Nicolodi (Caçula), além de representante do Território Indígena Xingu, Yakuwipu Waurá.

 

 

Fonte: 24 horas news

Publicidade Áudio

Enquete

Após iluminação pública, qual investimento será mais importante a Paranatinga

ASFALTO

PRAÇAS PÚBLICAS

SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

SAÚDE PÚBLICA

EDUCAÇÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE