Paranatinga, 14 de Abril de 2021

Paranatinga

POLICIAL

PARANATINGA – O desaparecimento do adolescente Kauã é solucionado pela PJC - padrasto confessa Homicídio e localização do corpo

O jovem Kauã de 17 anos havia desaparecido dia 01/04 por volta das 14:30 onde saiu para comprar uma moto juntamente com o padrasto e não foi mais visto

Publicado 08/04/2021 08:29:58


PARANATINGA NEWS

 

Polícia Judiciária Civil de Paranatinga solucionou o caso do desaparecimento do adolescente KAUÃ VINÍCIUS DE JESUS DOURADO 17 ANOS e prende suspeito o padrasto por Homicídio e Ocultação de Cadáver. 

 

Após receber o Boletim do sumiço de Kauã Vinícius de Jesus Dourado, ocorrido no dia 01 de abril de 2021, o Delegado Dr. Hugo Abdon, o Chefe de Operações, os Investigadores e Escrivães, estiveram empenhados para dar a resposta à sociedade com a maior brevidade possível. 

 

O corpo da vítima foi encontrado nesta quarta-feira dia 07 de abril de 2021 as 16:10, após diversas diligências investigativas, várias oitivas de familiares e insistência por parte da equipe de Investigadores para que o principal suspeito, (o padrasto) da vítima, entregasse o local do crime.

 

Após confessar ser ele o autor do crime e entregar a localização do corpo.

 

Os Investigadores conseguiram achar o local onde estava enterrado, em área de zona rural, cerca de 15 km de distância da Cidade de Paranatinga/MT, saída da Bica d’água, sentido Nova Mutum.

 

As Informações Policiais dizem que o padrasto teria conduzido a vítima alegando que iria comprar uma moto para ele, porém o levou até o determinado local, efetuado disparos de arma de fogo e enterrado o corpo em local de mata.

 

As dificuldades nas investigações surgiam, pois a todo momento surgiam hipóteses de que o garoto poderia ter sido sequestrado por integrantes de uma facção criminosa comando vermelho ou outra organização criminosa, dificultando ainda mais as investigações,

 

Ao longo da semana, uma quadrilha de estelionatários entraram em contato com a família da vítima, alegando que o adolescente estaria com eles, e que seria necessário depositar o valor de R$ 2.000,00 para que ele fosse libertado. Para comprovar o sequestro, a quadrilha apresentou uma foto falsa, com as mesmas características da vítima, aumentando ainda mais a confusão quanto a investigação para tentar localizar a vítima.

 

O padrasto matou o jovem a sangue frio, onde que chamou a tenção dos Investigadores por tamanha crueldade, e agora está preso por homicídio qualificado com ocultação de cadáver, e será entregue à justiça para que ague pelo seu crime.

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE