Paranatinga, 23 de Julho de 2019

Paranatinga

020

Governo dá ordens de serviço e incluiu asfalto na MT-020 e ponte no Canastra

Publicado 15/04/2019 20:35:48


Secom

 

O pacote inclui 50 contratos referentes à malha rodoviária e outros 64 a edificação de pontes.

As 114 ordens de serviço autorizadas pelo Governo do Estado vão atender uma das principais demandas dos municípios de Mato Grosso: pavimentação, revitalização e manutenção de rodovias e a construção de pontes. O pacote inclui 50 contratos referentes à malha rodoviária e outros 64 a edificação de pontes. Na lista entram trechos nas nove regiões, contemplando obras aguardadas pela população mato-grossense.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, ressaltou que essas são obras importantes e que compõem os programas de financiamento da Sinfra que devem ser concluídos nos dois primeiros anos da gestão atual. “Nossa intenção é até 2021 concluir os quatro grandes programas”.

Entre os programas abrangidos estão o MT Integrado, criado para garantir o desenvolvimento econômico e social dos municípios, interligando as cidades mato-grossenses por meio de rodovias asfaltadas; o Prodestur, que tem como alvo a realização de investimentos de infraestrutura nas regiões que formam o chamado “Corredor Turístico”; o Pró-concreto, destinado à construção de pontes de concreto no Estado; e o Restaura – voltado à restauração de rodovias.

Na lista de obras retomadas, 50 delas são relacionadas a rodovias, incluindo serviços de construção, restauração e manutenção previstos nos programas MT Integrado, Prodestur, Pro-Restaura e Pro-Concreto, além dos contratos de manutenção de estradas estaduais pavimentadas que abrangem nove regiões do Estado: Cuiabá, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Sinop, Confresa, Água Boa e Rondonópolis.

Um dos trechos contemplados está na MT-351, no entroncamento da Rodovia Emanuel Pinheiro, MT-251, até o Lago do Manso, num total de 78 km. E ainda o trecho de Chapada dos Guimarães, chegando ao Trevo do Gardez, no entroncamento da MT-140. O trajeto é um dos mais demandados no entorno da Capital.

No interior, serão retomados, por exemplo, a pavimentação da rodovia MT-140, no entroncamento com a BR-070, ligando Campo Verde a Nova Brasilândia (MT-251). Também integram a lista, os trechos da MT-020, na região de Paranatinga e Canarana, bem como trajetos da MT-343, de Cáceres, Porto Estrela, chegando a Barra do Bugres (MT-246).

Outro trecho contempla a região norte de Mato Grosso, na MT-222, na região do município de Sinop (MT-010). A revitalização do Anel Viário de Rondonópolis também está entre as obras contempladas. A Sinfra se prepara para realizar a licitação.

Ainda constam das ordens de serviço o trajeto na MT-242 entre Ipiranga do Norte e Itanhangá. O trecho da MT-326, na divisa com Goiás, entre Cocalinho e Nova Nazaré. Além da rodovia MT-344, ligando as cidades de Campo Verde a Jaciara, no entroncamento da BR-163/364, dentre outras.

Pontes

As outras 64 ordens de serviços referem-se à construção de pontes de concreto, previstas nos programas Pro-Concreto e ainda no Prodestur, o qual prevê a instalação de pontes em trechos turísticos na região de Porto Jofre, no Pantanal, e Chapada dos Guimarães.

Dentre as ordens de serviço está a retomada para conclusão da ponte da Avenida W11, em Rondonópolis, construída sobre o Rio Vermelho, na área urbana da cidade. Outra obra inclusa é a ponte na rodovia Palmiro Paes de Barros, lingando Cuiabá a Várzea Grande, no entroncamento dos bairros Parque Atalaia, na capital, e Parque do Lago, na cidade vizinha.

A ponte sobre o córrego Águas Claras, na MT-170, região de Juruena a Cotriguaçu está entre as contempladas. Outro trecho que terá ponte de concreto é da MT-208, no município de Nova Monte Verde, no rio Apui. A cidade de Barra do Garças receberá duas pontes, no trecho entre Barra e Araguaiana e Barra Alto Araguaia, nos córregos de Pitomba e Sete Voltas.

A lista traz ainda a ordem de serviço para construção de ponte entre Paranatinga e Canarana (MT-020), no córrego Canastra. Já a região de Cáceres-Barra do Bugres (MT-343) receberá duas edificações de pontes, sobre os córregos da Saloba e das Onças. Ainda estão inclusas as cidades de Matupá, Pontes e Lacerda, Nova Canaã, Tabaporã, Paranaíta, Nova Nazaré, Canabrava do Norte, Sorriso, Sinop, Santa Rita do Trivelato, Planalto da Serra, Apiacás, Boa Esperança do Norte, entre outras.

Investimento

As 114 ordens de serviços integram obras inscritas nos programas de financiamento da Sinfra, perfazendo um montante de investimento de R$ 585 milhões e 540 km de malha rodoviária construída, restaurada ou com manutenção prevista. Do montante total, R$ 419 milhões são aportes voltados exclusivamente a obras rodoviárias e outros R$ 166 milhões para execução de obras de arte como pontes.

 

Publicidade Áudio

Enquete

Após iluminação pública, qual investimento será mais importante a Paranatinga

ASFALTO

PRAÇAS PÚBLICAS

SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

SAÚDE PÚBLICA

EDUCAÇÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE