Paranatinga, 25 de Abril de 2018

Meio Ambiente

Novo secretário diz que perfil técnico e não ser político foram motivos de sua escolha

SEMA | 21/12/2017 23:52:01


O analista ambiental André Luis Torres Baby aceitou nesta terça-feira (19) o convite do governador Pedro Taques (PSDB) para assumir a vaga do vice-governador Carlos Fávaro como secretário da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). Para o novo titular da pasta, os motivos de sua escolha foi o seu perfil técnico e por não estar envolvido com política.

“Quero fazer uma boa gestão na secretaria, não tenho nenhuma pretensão política e foi este o motivo que o governador e o vice-governador decidiram pelo meu nome. Por eu não ter compromissos políticos, nem candidatura, nem filiação partidária, para que a gestão seja realmente eficiente, técnica e pautada para o bem estar ambiental no estado de Mato Grosso”, disse o novo secretário.

Engenheiro florestal de formação e servidor da Sema desde 2005, Baby, como é conhecido disse ter sido uma horna ser convidado e que pretende trabalhar muito para dar continuidade a gestão de Carlos Fávaro.

“É um convite que me honrou muito, haja vista que é uma pasta que teve grandes lideranças e para mim é motivo de muita honra, porém a honra é proporcional a responsabilidade e tenho o compromisso de fazer uma gestão ambiental eficiente, com seriedade e manter o que nós estamos planejando desde 2015”, declarou.

Apesar de não ser político, o secretário afirmou se sentir bem no meio e tem boa relação com todas as secretarias, com o governador, além de valorizar muito a política. “Eu trato o ambiente político com muito respeito e vejo com bons olhos a política. A sociedade deve viver com a política. As pessoas devem participar da política. Eu não sou filiado a partido político, tenho realmente um perfil técnico, mas valorizo muito o ambiente político”.

Questionado sobre os próximos passos à frente da pasta, Baby destacou a continuidade dos trabalhos em parques urbanos, manter a qualidade ambiental do estado, a valorização dos servidores e a missão de tirar o Jardim Botânico de Cuiabá do papel.

“O governador nos deu uma missão hoje de tirar do papel o Jardim Botânico de Cuiabá, então iremos dar este presente para Cuiabá. Com certeza e também iremos trabalhar os parques urbanos municipais e a qualidade ambiental de Mato Grosso que está mantida em 67% de área preservada. Os servidores farão parte de nossa gestão para que alcancemos o resultado”, avaliou.

 

 

Fonte: Olhar Direto

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE