Paranatinga, 19 de Abril de 2019

Meio Ambiente

DESMATAMENTO

Mato Grosso tem meta de reduzir em 30% o desmatamento ilegal em 2017

Publicado 23/01/2017 00:02:16


Mato Grosso reduziu no ano de 2016 em 19% o desmatamento ilegal. A meta para 2017 é que o percentual seja de 30%. O Estado tem como desafio zerar até 2020 o desmate ilegal. Segundo o vice-governador e secretário de Estado de Meio Ambiente (Sema), Carlos Fávaro, o produtor rural está mais consciente quanto às consequências que a abertura de novas áreas de forma ilegal, principalmente no que tange ao mercado externo. 

A redução de 19% na taxa de desmatamento no Estado consta no Monitoramento de Cobertura Vegetal da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). O levantamento foi realizado no período entre agosto de 2015 e julho de 2016.

Em dezembro de 2015, o governador Pedro Taques firmou compromisso na COP 21 (Conferência Global do Clima, na França, de reduzir à zero o desmatamento ilegal em Mato Grosso até 2020.

De acordo com o vice-governador e secretário de Meio Ambiente, Carlos Fávaro, durante entrevista na rádio Mega Fm, na manhã desta sexta-feira, 20 de janeiro, o produtor rural está mais consciente quanto a questão do desmatamento ilegal, principalmente diante as consequências que tal ação pode trazer até mesmo para a visibilidade do Estado e do país no mercado externo.

Hoje, há mercados que exigem que a soja e o gado, por exemplo, não sejam provenientes de área de desmate.

“O desmatamento hoje ocorre em pequenas áreas de até 50 hectares e vamos trabalhar para reduzir a zero isso. O produtor sabe das consequências”, destacou Fávaro. 

Fávaro lembrou ainda que conseguiu-se em oito meses de gestão frente à Sema a reduzir em 109 dias, ou seja, em 40% o prazo de liberação de licenciamento ambiental. "Esse prazo ainda não está bom e queremos diminuir ainda mais". Ele ainda destacou o aumento de 28% no número de processos de licenciamento ambiental emitidos até novembro de 2016, ante 2015.

Fonte: Agro Olhar

Publicidade Áudio

Enquete

Prefeitura e Câmara de Paranatinga lança Consulta Pública - UNEMAT

ADMINISTRAÇÃO

AGRONOMIA

PEDAGOGIA

TURISMO

CIENCIA DA COMPUTAÇÃO

CIÊNCIAS ECONÔMICAS

ENGENHARIA CIVIL

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

ENGENHARIA ELÉTRICA

FISICA

JORNALISMO

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ARQUITETURA E URBANISMO

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

EDUCAÇÃO FÍSICA

ENGENHARIA DE ALIMENTOS AGROINDUSTRIAL

ENGENHARIA FLORESTAL

GEOGRAFIA

LETRAS

QUIMICA

SOCIOLOGIA

ZOOTECNIA

AGROECOLOGIA

ARTES VISUAIS

CIÊNCIAS

ENFERMAGEM

FILOSOFIA

HISTÓRIA

MATEMÁTICA

SISTEMAS

TEATRO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE