Paranatinga, 21 de Abril de 2019

Meio Ambiente

SUSTENTABILIDADE

Encontro marca abertura de incentivos a pesquisas para produção sustentável

Com intuito de preservar o Pantanal, Fávaro tem trabalhado para trazer o Instituto de Pesquisa do Pantanal (INPP) de forma oficial para MT

Publicado 02/02/2017 10:22:17


O vice-governador e secretário de Estado de Meio Ambiente, Carlos Fávaro, recebeu, na tarde de quarta-feira (01.02), o novo chefe geral da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) do Pantanal, sediada em Mato Grosso do Sul, Jorge Antonio Ferreira. O encontro marcou a abertura de diálogo para o fortalecimento de incentivos a pesquisas voltadas à produção sustentável no Pantanal.

"Podemos ser gigantes na produção e também gigantes na preservação. O Pantanal é único, não conhece divisão territorial, é um patrimônio da humanidade. Mato Grosso e Mato Grosso do Sul têm que ter esse elo e o respeito a esse bioma", observou Fávaro, complementando que nesse intuito tem trabalhado para trazer o Instituto de Pesquisa do Pantanal (INPP) de forma oficial para o estado.

Esta medida é vista pelo chefe geral da Embrapa como positiva. "Toda competência que puder atuar dentro do Pantanal traz duas grandes aquisições. O conhecimento técnico específico, massa crítica para podermos discutir e analisar se realmente as nossas soluções são as melhores para a sociedade. Ter várias instituições estudando permite essa discussão e o complemento de competências".

Antes da visita ao vice-governador e secretário da Sema, Jorge também esteve nas Secretarias de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) e de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Segundo ele, o objetivo é buscar alternativas para contribuir com o desenvolvimento da agricultura familiar no Pantanal e também para que ela possa se tornar uma fonte de alimentos para a escola e para a população da região da Baixada Cuiabana. "Na Sedec, pudemos discutir os primeiros passos para um convênio no qual a Secretaria, a Embrapa Pantanal e parceiros possam ter uma agenda comum para o desenvolvimento da região".

INPP

O Instituto de Pesquisa do Pantanal (INPP) deve ser implementado de forma oficial em Mato Grosso na próxima semana. O trabalho de articulação é feito por Carlos Fávaro junto ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações.

O Instituto ainda é ligado à base avançada do Museu Paraense Emílio Goeldi, apesar de ter sede no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O INPP é um núcleo fundamental de formação de conhecimento científico e de estudo sobre a biodiversidade e a realidade sociocultural formada em meio a maior planície alagada do mundo.

 

Fonte: Durcy Arévalo | Vice-governadoria

Publicidade Áudio

Enquete

Prefeitura e Câmara de Paranatinga lança Consulta Pública - UNEMAT

ADMINISTRAÇÃO

AGRONOMIA

PEDAGOGIA

TURISMO

CIENCIA DA COMPUTAÇÃO

CIÊNCIAS ECONÔMICAS

ENGENHARIA CIVIL

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

ENGENHARIA ELÉTRICA

FISICA

JORNALISMO

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ARQUITETURA E URBANISMO

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

EDUCAÇÃO FÍSICA

ENGENHARIA DE ALIMENTOS AGROINDUSTRIAL

ENGENHARIA FLORESTAL

GEOGRAFIA

LETRAS

QUIMICA

SOCIOLOGIA

ZOOTECNIA

AGROECOLOGIA

ARTES VISUAIS

CIÊNCIAS

ENFERMAGEM

FILOSOFIA

HISTÓRIA

MATEMÁTICA

SISTEMAS

TEATRO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE