Paranatinga, 17 de Agosto de 2018

Mato Grosso

Taques prepara artigo “Por que não fizeram?” e sinaliza reeleição

“NÃO VOU DESISTIR” | 17/05/2018 22:54:20


O governador Pedro Taques (PSDB) revelou na manhã desta quinta-feira (17) que está escrevendo um artigo de opinião intitulado “Por que não fizeram?”, que deverá ser publicado em breve.

 

O tucano antecipou que o texto fará uma série de questionamentos com relação, por exemplo, a obras que não foram feitas em gestões passadas e que estão sendo executadas em seu governo.

 

A “revelação” foi feita pelo governador durante uma solenidade de entrega de 1.500 computadores para Municípios. Os equipamentos irão atender a implantação do Programa de Descentralização do Sistema de Regulação da Saúde (SISREG) em cidades do Estado.

 

 

Este ato de hoje me faz lembrar um artigo que estou escrevendo. O artigo tem o seguinte título: “Por que não fizeram?

“Este ato de hoje me faz lembrar um artigo que estou escrevendo. O artigo tem o seguinte título: “Por que não fizeram?”, disse o governador, para, em seguida, listar algumas de suas realizações.

 

“Por que não compraram computadores antes de nossa administração? Por que não iniciaram a construção do hospital público em Cuiabá? Por que não reformaram o Hemocentro em Cuiabá? Por que não reformaram o Cridac? Por que não reformaram o Adauto Botelho, que está há 50 anos sem uma pintura? Por que não fiscalizaram as obras da Copa? Por que deixaram a gestão passada gastar R$ 700 milhões com o VLT? Por que não cumpriram seu papel constitucional para sobrar dinheiro que prefeitos pudessem dar condições e tranquilidade a seu povo?”, questionou ele.

 

Em seu discurso, ele lembrou ainda o esquema de fraudes operado no Detran que, conforme o Ministério Público, teve início em 2009.

 

“Por que não ajuizaram a as ações para romper contratos do Detran que hoje estão investigando? Por que cortaram, em 2012, 50% dos repasses da atenção básica dos Municípios? Por que Mato Grosso tinha 61 mil pessoas esperando cirurgia de catarata e ninguém enxergava essas pessoas? Por que não entregaram ambulâncias novas do Samu?”, emendou.

 

Segundo o governador, a pergunta que “não quer calar” é: por que todos ficaram em silêncio enquanto uma série de desmandos ocorria no Estado.

 

 

Quero dizer aos prefeitos e vereadores que aqui estão: Eu não vou desistir

“Por que trataram Mato Grosso com descaso e ninguém viu? Ninguém fez nada, ninguém fiscalizou, ninguém investigou. Ninguém fez absolutamente nada. Quero pedir a todos que me ajudem a escrever esse artigo”, disse ele.

 

"Não vou desistir"

 

Ainda durante o ato, o governador disse que, atualmente, os políticos estão “abaixo da linha da crítica”.

 

Segundo ele, neste momento, aqueles que se dizem políticos ou amigo de tais estão, no mínimo, “ferrados”.

 

Ainda assim, Taques afirmou que se orgulha de ser político, disse que não desistirá da política e ainda fez um apelo aos prefeitos presentes no evento: “Não desistam. Estamos juntos nesse momento e estamos saindo da dificuldade. O prefeito [Silmar de] Souza [de Nossa Senhora do Livramento] que está aqui, nunca foi político, este é o primeiro cargo eletivo que ele ocupa. Ele já me disse que está em dúvida se sai à reeleição daqui a dois anos. Mas não desista, Souza. Porque você vai cumprir seus compromissos”.

 

“Quero dizer aos prefeitos e vereadores que aqui estão: eu não vou desistir. Sabe por que eu não vou desistir? Porque temos o caminho. Quem tem o caminho sabe aonde quer chegar. Não desistiremos”, concluiu.

 

Fonte: Midia News

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE