Paranatinga, 20 de Novembro de 2017

Mato Grosso

Servidores ocupam Sefaz e fecham rua em frente ao Paiaguás

MATO GROSSO | 30/10/2017 16:50:01


Servidores de duas áreas do Governo do Estado realizaram protestos na tarde desta segunda-feira (30) no Centro Político Administrativo (CPA).

Os atos reuniram funcionários públicos da área meio do Poder Executivo e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que estão em greve há quase dois meses.

Os servidores da área meio ocuparam o prédio da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). De acordo com Edmundo Cesar Leite, presidente do Sinpaig, o sindicato que representa a categoria, cerca de 300 pessoas participam do ato.

A mobilização faz parte de uma paralisação de 72 horas, aprovada pela categoria em assembleia realizada na última semana.

Os servidores cobram uma recomposição salarial que vem sendo discutida, conforme o Sinpaig, desde 2015.

“Já estamos com essa discussão há algum tempo, em razão da defasagem dos nossos salários. O último reajuste ocorreu em 2014, ainda assim atingiu somente a metade do percentual que era pleiteado e que a nossa categoria merecia”, disse Edmundo Leite.

Alair Ribeiro/MidiaNews

Sinpaig 2

Servidores ocupam saguão da Secretaria de Fazenda

A categoria é composta de cerca de 1,4 mil servidores, que atuam em todas as secretarias e órgãos do Poder Executivo.

“Desenvolvemos um trabalho complexo e essencial para o Governo. Temos como responsabilidades, por exemplo, o monitoramento dos indicadores da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o controle da dívida pública do Estado, gerenciamento das empresas em liquidação, atuamos com licitações, elaboração e gestão da folha de pagamento do Poder Executivo, elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), enfim uma série de atividades”, afirmou o sindicalista.

De acordo com o presidente do Sinpaig, o Governo alega não ter condições financeiras de conceder reajustes a categoria.

Segundo ele, no entanto, servidores de outras carreiras do Estado vêm tendo seus pleitos atendidos.

Os servidores aproveitam a manifestação para também se posicionarem contrários à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Teto de Gastos, já aprovada em primeira votação na Assembleia Legislativa (AL).

O texto, elaborado pelo Poder Executivo, limita as despesas públicas em Mato Grosso, pelos próximos cinco anos.

“O problema é que essa PEC é prejudicial não só para os servidores, como também para a sociedade em geral, já que não haverá investimentos em áreas consideradas essenciais como a Saúde, Segurança e Educação”, afirmou o sindicalista.

Conforme Edmundo, a mobilização também ocorre em municípios do interior do Estado. Na Capital, membros da categoria voltarão a ocupar a Sefaz na próxima terça-feira (31) e outras secretarias na quarta (31).

O que nós cobramos é que o Governo nos atende e nos apresenta uma proposta

 

Servidores do Detran fecham entrada do Paiaguás 

Já os servidores do Detran protestaram para cobrar a atualização da tabela salarial. 

Com cartazes e tendas, eles fecharam a entrada do Palácio Paiaguás. 

De acordo com a presidenrte Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran), Daiane Renner, não há previsão para liberação da pista. 

"Estamos em mais um dia de mobilização para que o Governo nos apresenta uma proposta. Vamos ficar aqui por tempo indeterminado. O que nós cobramos é que o Governo nos atende e nos apresenta uma proposta", disse. 

Fonte: Midia News

FACEBOOK