Paranatinga, 16 de Julho de 2018

Mato Grosso

Selma revela que recebeu ameaça 15 dias antes de se aposentar

ENTRANDO NA POLÍTICA | 06/04/2018 22:04:28


A juíza aposentada Selma Arruda afirmou que 15 dias antes de deixar a Magistratura voltou a receber ameaças. A revelação foi feita na última quinta-feira (6), durante coletiva de imprensa que marcou sua filiação ao PSL.

 

“Cerca de 15 dias antes de me aposentar, recebi a última ameaça. Então realmente é perigoso você entrar para a política, você tem que se expor. Andar sem escolta é muito perigoso”, disse ela, ao ser questionada sobre o assunto.

 

Selma preferiu, no entanto, não revelar detalhes do episódio.

 

 

Cerca de 15 dias antes de me aposentar recebi a última ameaça. Então realmente é perigoso você entrar pra política, você tem que se expor. Andar sem escolta é muito perigoso

“Eu prefiro não detalhar, porque no mundo criminal, quanto mais divulga, mais você enobrece o criminoso”.

 

“O Conselho Nacional de Justiça já tem decisão garantindo a magistrado aposentado permanecer com escolta, por determinado tempo, óbvio”, afirmou ela.

 

A magistrada aposentada disse que ainda anda acompanhada de seguranças e acredita que isso ainda deva ocorrer por mais alguns meses.

 

“O tempo que o CNJ permite essa escolta varia de caso para caso. Imagino que no meu caso seja uma questão de meses. Ameaças cessam, você vê que não tem necessidades e pronto”.

 

Já filiada ao PSL, Selma Arruda passa a trabalhar, nas próximas semanas, uma pré-candidatura ao Senado Federal.

 

“Arma no colo”

 

Em entrevista concedida ao programa “Câmera Record” no ano passado, Selma Arruda contou que durante sua carreira como magistrada já passou por diversos momentos de medo e tensão.

 

Em um deles, ela disse ter passado a noite em claro, sentada na cama com uma arma no colo e os filhos em volta.

 

Naquela ocasião, a reportagem mostrou o dia-a-dia da juíza responsável por prender vários figurões da política no Estado por corrupção, como o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e o ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Riva.

 

 

Fonte: Midia News

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE