Paranatinga, 17 de Outubro de 2018

Judiciário

PF relata R$ 3 milhões em depósitos na conta de mãe de secretário

APREENSÃO NA TRÊS IRMÃOS | 01/03/2018 13:31:30


Após busca e apreensão na Três Irmãos Engenharia Ltda., a  Polícia Federal identificou 18 transferências bancárias da empreiteira, da família do secretário de Estado Carlos Avalone Júnior (Desenvolvimento Econômico), para a aposentada Ida Festa Avallone.

 

Ida é mãe do secretário e de Carlos Eduardo Avalone e Marcelo Avalone, sócios da Três Irmãos. 

 

O valor total dos depósitos, feitos entre setembro de 2014 e janeiro de 2015, é de R$ 3 milhões. Uma das transferências, feita em setembro de 2014, foi n valor de R$ 750 mil.

 

 

Foram observados alguns lançamentos nos documentos contábeis apreendidos que chamaram a atenção por algumas características

Segundo a PF, as transações estão registradas na contabilidade da empresa como pagamento de “empréstimo”. A matriarca recebe R$ 17 mil mensais de aposentadoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e não tem empresa em seu nome.

 

O secretário Avalone é investigado pela Polícia Federal, na Operação Malebolge, que faz parte da Ararath, deflagrada em setembro do ano passado.

 

Na última semana, o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra do sigilo bancário da empresa. A PF descobriu as transações por meio das buscas e apreensões feitas nas empresas Três Irmãos Engenharia, Valor Engenharia e MCA Energia e Barragens.

 

A Polícia Federal relatou que, a princípio, o objetivo da busca e apreensão era apenas apurar os fatos relativos à suposta participação de Avalone sobre a propina de R$ 6 milhões paga, em tese, para comprar o silencio do ex-secretário Eder Moraes em relação aos esquemas dos governos Silval Barbosa e Blairo Maggi.

 

“Contudo, ao realizar a verificação da documentação, foram observados alguns lançamentos nos documentos contábeis apreendidos que chamaram a atenção por algumas características”, diz trecho do relatório. 

 

Repasses

 

No documento, a Polícia Federal mencionou que Ida Avalone possui apenas um veículo no próprio nome (Honda Civic, 2013/2014), além de um apartamento no Bairro Araés, em Cuiabá.

 

“Ademais, não foi localizada nenhuma empresa em que ela fosse sócia, proprietária ou acionista, tampouco algum apontamento de beneficio de aposentadoria em seu nome ou vínculo empregatício vigente”.

 

Conforme a PF, as transferências da Três Irmãos para Ida Avalone continham a rubrica “pagamento de fornecedores”, apesar de não ter sido encontrada nenhuma nota fiscal ou documentação que justificasse tais transações.

 

“Encontrou-se, ainda, referência a esta transferência efetuada em 02/09/2014, no valor de R$ 750.000,00, em documento intitulado de "Entradas e Saídas por Disponibilidade", onde o histórico de tal transação faz referência a diversos empréstimos relacionados ao nome de Ida Festa Avalone”.

 

Outros documentos também mostraram transferências da empresa para a mãe do secretário, “as quais possuem históricos que as relacionam com empréstimos”.

 

“No documento apresentado acima está em destaque a operação de transferência com data de emissão em 01/09/2014 no valor de R$ 50 mil para Ida Festa Avalone, a qual tem histórico que menciona ‘Recibo Emp. 680.000,00’, possivelmente fazendo referência a empréstimo no valor de R$ 680.000,00".

 

"Já no documento exibido a seguir, do período de 25/11/2014, estão relacionadas duas transações de crédito em conta corrente para Ida Avalone, uma no valor de R$ 75 mil e outra de R$ 35 mil, ambas com o histórico "Extr. Bancário Empréstimo".

 

 

Fonte: Midia News

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE