Paranatinga, 26 de Abril de 2019

Judiciário

BERERÉ

Dóia diz que teve portão arrombado após assinar TAC com MPE

Publicado 06/03/2018 15:58:23


O ex-presidente do Detran-MT, Teodoro Lopes, o “Dóia”, afirmou que o portão de sua casa foi arrombado duas vezes, em 2012, época em que assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE).

 

O termo, na prática, poderia por fim ao esquema de desvio de dinheiro público e distribuição de propina operado pelo Detran-MT e as empresas EIG Mercados e Santos Treinamento. 

 

A revelação foi feita no pré-acordo de delação com o MPE, cujos depoimentos originaram a Operação Bereré, deflagrada no mês passado. Segundo os promotores de Justiça, foram desviados R$ 27,7 milhões dos cofres públicos.

 

Dóia contou que, em julho de 2012, o promotor de Justiça Célio Fúrio o notificou para que revogasse o contrato de concessão firmado com EIG Mercados. Na ocasião, também foi notificado o então governador Silval Barbosa.

 

A notificação teve como base um inquérito do MPE que apurava irregularidades na licitação vencida pela EIG, em que a empresa ficava com 90% do valor arrecado e o Detran apenas 10%. Atualmente, o percentual é de metade para cada.

 

Mais tarde, o MPE viria a descobrir que o procedimento foi fraudado para beneficiar a EIG, em troca de propina.

 

Para sanar as irregularidades, o MPE propôs um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que foi assinado por Dóia.

 

Projeto à Assembleia

 

O termo previa que fosse enviado projeto de lei para a Assembleia no sentido de revogar a concessão dos serviços e determinar que o próprio Detran-MT passasse a fazer o registro nos contratos.

 

“O referido TAC assinado com o Ministério Público Estadual não foi cumprido em razão da negativa em assinar o documento pelo ex-governador Silval Barbosa e o ex-procurador-geral do Estado do Mato Grosso (PGE) Jenz Prochnow Júnior”, disse o delator.

 

Dóia contou que Silval e Prochnow se comprometeram em enviar um projeto de lei neste sentido para a Assembleia, o que de fato ocorreu.

 

Porém, o ex-presidente do Detran-MT disse que a proposta não vingou por conta do deputado Mauro Savi (PSB), suspeito de ser um dos líderes do esquema, que teria atuado “para que o projeto não tivesse encaminhamento”.

 

“Por diversas vezes tive embates com o chefe do Executivo, culminando com o meu pedido de desligamento por falta de apoio político”.

 

Nessa mesma época, Dóia afirmou que mudou de casa por temer pela sua integridade física e de sua família.

 

“No período em que busquei regularizar os serviços, com assinatura do TAC, o portão da minha casa foi por duas vezes arrombado, me levando a mudar para apartamento por segurança”, relatou.

 

Suspensão do contrato

 

O descumprimento do TAC levou o promotor Célio Fúrio a processar Dóia e a EIG, em 2013, para tentar anular a concessão. A ação está parada há três anos por conta de inúmeros recursos interpostos pela empresa.

 

Segundo o MPE e o próprio delator, parte dos valores repassados pelas financeiras à EIG retornava como propina a políticos, entre eles o ex-governador Silval Barbosa, o ex-deputado Pedro Henry, e os deputados Mauro Savi e Eduardo Botelho, ambos do PSB.

 

 

No período em que busquei regularizar os serviços, com assinatura do TAC, o portão da minha casa foi por duas vezes arrombado

Após o pagamento, de acordo com a investigação, os valores eram “lavados” por meio da empresa Santos Treinamento, que era parceira da FDL no contrato com o Detran, e através de depósitos em favor de funcionários da Assembleia Legislativa e de parentes dos investigados.

 

A EIG Mercados, antiga FDL, é a empresa que venceu a licitação do Governo do Estado, em 2009, para a contratação de uma empresa responsável por registrar contratos de financiamento de veículos comprados em Mato Grosso. A Operação Bereré investiga a suspeita de que a empresa tenha pagado propina a agentes públicos.

 

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Prefeitura e Câmara de Paranatinga lança Consulta Pública - UNEMAT

ADMINISTRAÇÃO

AGRONOMIA

PEDAGOGIA

TURISMO

CIENCIA DA COMPUTAÇÃO

CIÊNCIAS ECONÔMICAS

ENGENHARIA CIVIL

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

ENGENHARIA ELÉTRICA

FISICA

JORNALISMO

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ARQUITETURA E URBANISMO

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

EDUCAÇÃO FÍSICA

ENGENHARIA DE ALIMENTOS AGROINDUSTRIAL

ENGENHARIA FLORESTAL

GEOGRAFIA

LETRAS

QUIMICA

SOCIOLOGIA

ZOOTECNIA

AGROECOLOGIA

ARTES VISUAIS

CIÊNCIAS

ENFERMAGEM

FILOSOFIA

HISTÓRIA

MATEMÁTICA

SISTEMAS

TEATRO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE