Paranatinga, 21 de Agosto de 2018

Judiciário

Alvo do Gaeco receberia R$ 946 mil para projeto na Salgadeira

OPERAÇÃO “PÃO E CIRCO” | 22/05/2018 12:54:16


A Associação Casa de Guimarães – investigada na Operação Pão e Circo por desvio de dinheiro público - foi contemplada por um convênio de R$ 946 mil com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) de Mato Grosso na última quinta-feira (17).

 

O extrato do contrato foi publicado no Diário Oficial de Contas. Nele, ficou estabelecido que a entidade realizaria diversas atividades culturais no Complexo da Salgadeira, na Rodovia Emanuel Pinheiro.

 

As sedes da Casa de Guimarães, em Cuiabá e Chapada do Guimarães (67 km ao Norte de Cuiabá), foram alvo de busca e apreensão pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) na manhã desta terça-feira (22).

 

A operação visa obter provas para subsidiar as investigações em curso e desarticular suposta organização criminosa instalada para desviar recursos públicos em contratos firmados entre a associação e Governo, entre os anos de 2011 a 2018.

 

O projeto deveria ser executado até agosto (por três meses) e custeado com recursos oriundos de emendas parlamentares. Na publicação oficial não está especificado o serviço que a associação prestará. 

 

Solicitado pelo MidiaNews, a Casa de Guimarães informou que o serviço consiste em  “manter a limpeza e manutenção do espaço, como também implementação de ações de educação ambiental e patrimonial”.

 

Com o processo, a Casa de Guimarães ficaria responsável pela administração de uma sala de atendimento ao turista, sala de exposição, sala do dinossauro, espaço para feira gastronômica e de artesanatos e uma brinquedoteca.

 

Apenas entre 2015 e 2018, segundo dados do Fiplan (Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças de Mato Grosso), os empenhos do Governo do Estado relacionados à Associação somam R$ 16.687.209,93.

 

O projeto

 

Conforme divulgado pela Casa de Guimarães, na sala de exposição que deve ser implantada pela associação haverá a exposição fotográfica de arte rupestre. Neles, terão registros fotográficos sobre as pinturas e gravuras rupestres encontradas em Mato Grosso. Com imagens obtidas por meio de expedições científicas, registradas pelo fotógrafo Mario Friedlander.

 

Já na sala do dinossauro, o projeto prevê uma réplica em 3D do dinossauro Pycnonemosaurus nevesi, a ossada do dinossauro foi encontrada em Chapada dos Guimarães há 50 anos. Nesta sala deverá ter informações sobre a espécie e a descoberta de fósseis na região.

 

Consta no projeto o espaço para Feira Gastronômica e de Artesanatos, onde serão comercializados artigos produzidos por artesãos locais e produtos da culinária regional. 

 

Há ainda a brinquedoteca e a sala de atendimento ao turista.

 

Inauguração da Salgadeira

 

Fechado há cerca de sete anos, o Complexo Salgadeira estava planejado para ser entregue à população no dia 8 de abril, mas a inauguração foi adiada. Em seguida, uma nova data foi marcada: 22 de abril. Entretanto, o Governo novamente adiou a inauguração.

 

 

Fonte: Midia News

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE