Paranatinga, 11 de Dezembro de 2017

Geral

Polícia apresenta quadrilha que sequestrou empresária em Cuiabá

12 HORAS DE TERROR | 18/11/2017 14:04:52


A Polícia Civil apresentou na manhã deste sábado (18) sete criminosos que participaram do sequestro da empresária Milene Falcão Eubank.

 

Dos sete, dois são menores de idade, e outros dois continuam foragidos. A empresária foi sequestrada nesta sexta-feira, por volta das 17h30, e a polícia conseguiu estourar o cativeiro por volta das 3 horas desta madrugada. Houve troca de tiros e um policial foi gravemente ferido.

 

Segundo o delegado Vittor Hugo Bruzulato, da Delegacia Especializada De Roubos e Furtos de Veículos (Derfva), por meio de um trabalho de inteligência foi possível rastrear os bandidos e realizar a operação para liberar a vítima.

 

A Polícia revelou os nomes de oito dos nove sequestradores, são eles: Valdinei Pedroso de Almessi (Munrá); Mayle Siqueira de Oliveira; David Douglas Silva de Oliveira Arante (Dinho); Juciney Junior Pinheiro Leite; Vitória Aparecida Nascimento Silva; Kevin Jonson Silva de Oliveira Arante; e os menores M.C.A.A. e G.H.O.C (Biel).

 

De acordo com Bruzulato, a investigação foi iniciada em conjunto com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), logo após o sequestro. “Praticamente todas as unidades da Polícia Civil e Militar auxiliaram no trabalho conjunto de investigação”, disse.

 

O delegado afirmou que esse trabalho conjunto de inteligência ajudou a localizar a vítima. “Nós tivemos auxílio de câmeras de segurança, um trabalho integrado dos núcleos de inteligência, principalmente da Derfva e da GCCO que conseguiu informações relevantes para que a gente chegasse à autoria”, revelou.

 

O crime

 

A empresária Milene Falcão Eubank buscava seu filho em uma escola no bairro Quilombo, em Cuiabá,na tarde dessa sexta-feira (17), quando foi sequestrada.

 

O delegado Vittor Hugo Bruzulato contou que um veículo com cinco suspeitos se aproximou do Hyundai Santa Fé, de cor branca, onde a empresária estava.

 

Dois homens desceram do carro e abordaram Milene e saíram com o Santa Fé junto com a vítima.

 

O delegado relatou que, inicialmente, os bandidos tentaram roubar apenas o veículo, porém perceberam que a vítima poderia oferecer mais. “Eles perceberam o poder aquisitivo e começaram a fazer a extorsão”, afirmou Bruzulato.

 

Diante disso, o assalto passou para sequestro, onde a empresária foi mantida em cárcere por mais de 12 horas.

 

 

Fonte: Midia News

FACEBOOK