Paranatinga, 20 de Setembro de 2018

Geral

Exército usa bombas e balas de borracha para dispersar caminhoneiros que tentaram parar escolta em MT - VIDEO

balas de borracha | 29/05/2018 16:41:08


Os caminhoneiros que manifestam na BR-364, na cidade de Jaciara (131 quilômetros de Cuiabá), tentaram bloquear a passagem de um comboio que levava combustível e outros produtos na rodovia federal, nesta terça-feira (29). Os homens do Exército brasileiro resolveram agir e dispersaram a multidão com bombas de efeito moral e balas de borracha. A ação foi rápida e possibilitou a passagem dos veículos.
 
Nas imagens, divulgadas pelo Agora MT, é possível ver o momento em que os manifestantes entram na frente do comboio. Um dos soldados do Exército tenta conversar com os caminhoneiros, que relutam em deixar os veículos passar. Em dado momento, uma bomba de efeito moral é lançada e todos saem correndo.

 

É possível também ouvir barulhos que parecem disparos de bala de borracha. Rapidamente, o comboio consegue seguir viagem, enquanto os manifestantes ainda tentam entender o que acontece.
 
Rondonópolis
 
Um vídeo de um internauta registrou o momento em que alguns caminhoneiros que participam do bloqueio da rodovia BR-364, em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá), tentaram impedir a liberação de caminhões nesta terça-feira (29). Eles sentaram ao chão e se aglomeraram na porta do caminhoneiro que tentava seguir. A Polícia Rodoviária Federal acompanhou a situação e tentam auxiliar na liberação de 500 veículos que desejam seguir viagem. Cerca de 60 já foram liberados.
 
No vídeo é possível ver vários manifestantes sentando na pista, impedindo a saída dos caminhões. Momentos depois eles se direcionam à porta do condutor do veículo, que desiste de seguir com o caminhão. A Polícia Federal chegou ao local e acompanhou a movimentação, no vídeo, sem maiores incidentes.
 
A PRF e o Exército trabalham uma nova logistica para a escolta de mais veículos, já que os pontos de concentração ainda permanecem. A Polícia Rodoviária Federal ainda afirmou que vem mediando e negociando essas liberações e em todo estado equipes estão trabalhando para garantir a circulação desses caminhoneiros que pretendem deixar os pontos de manifestação.

 

Fonte: Olhar Direto

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE