Paranatinga, 21 de Maio de 2018

Geral

Deputado denuncia personal trainer por assédio à filha de 14 anos

MENSAGENS NO WHATSAPP | 15/01/2018 12:42:29


O deputado estadual Pedro Satélite (PSD) vai registrar um boletim de ocorrência contra um personal trainer de Cuiabá que teria assediado a sua filha de 14 anos através do aplicativo de mensagem WhatsApp.

 

Ao MidiaNews, o político disse que ficou sabendo do caso pela própria filha, nesse final de semana.  A mãe da menina, Elyane Favoretto, denunciou o assédio na sua conta do Facebook nesta segunda-feira (15).

 

“Ela veio chorando me contar. Disse que ele pegou o contato dela na academia para passar algumas atividades. Só que desde então começou a assediá-la com mensagens de cunho sexual”, disse o deputado, ao explicar que o homem não dá mais aula no estabelecimento onde a filha treina. 

 

“Em uma das conversas, ele pede para ela mentir para os nós [pais] que ia à casa de uma amiga para passar um dia de amor com ele. Ela é uma criança”, afirmou.

 

Satélite afirmou que resolveu expor o caso para que outros pais não passem pela mesma situação.

 

“Eu podia ficar quieto, pegar esse cara e arrebentar no pau. Porque as pessoas acham que eu estou fazendo isso para aparecer, mas é ao contrário. Isso não pode ser tratado como se fosse normal só porque não aconteceu nada fisicamente. É preciso que seja investigado, porque daí esses pedófilos vão começam a ter medo, vão pensar duas vezes antes de mexer com uma criança”, afirmou.  

 

No Facebook,  a mãe da menor relatou que ela também já havia sido assediada pelo personal na academia, mas que “nunca deu moral”. 

 

“Tem velho que apodrece e nunca será homem maduro. O cara deu em cima de mim na academia. Como sou uma mulher adulta, cortei, nunca dei moral. Eu sou mais eu. Aí o bacana resolveu assediar a minha filha de 14 anos. Já está tudo registrado....estou compartilhando pq esses pedófilos não podem ficar impunes. Sociedade precisa saber”, disse.

 

Em outro post, Elyane pediu para que o denunciado se tratar.

 

“Achava que ia mexer com minha filha de 14 anos? Vai se tratar. Tenho as conversas que ela me mostrou você insistindo. Quem procura acha”, denunciou.

 

 

Fonte: Midia News

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE