Paranatinga, 21 de Fevereiro de 2019

Esportes

CAMPEONATO PAULISTA 2019

Santos é massacrado pelo Ituano e perde campanha 100% no Paulistão

Publicado 04/02/2019 15:58:51


A campanha perfeita do Santos no Campeonato Paulista chegou ao fim com uma derrota acachapante. Neste domingo, no Novelli Júnior, o Ituano fez um primeiro tempo praticamente perfeito, com três gols marcados em menos de 20 minutos, aproveitou as falhas do adversário e o goleou por 5 a 1, no duelo válido pela quinta rodada.

 

Elogiado pela força do seu setor ofensivo neste começo de temporada, com 11 gols marcados nos quatro primeiros jogos no Paulistão, o Santos não conseguiu exibir a intensidade dos compromissos anteriores e foi neutralizado pelo Ituano, que avançou em velocidade nos contra-ataques para construir a sua vitória, aproveitando os vários erros individuais do time da Vila Belmiro, como aconteceu com Victor Ferraz e Felipe Aguilar em alguns dos gols da equipe da casa.

 

O técnico Jorge Sampaoli voltou a apostar em uma postura ofensiva, com decisões como a escalação do colombiano Copete como lateral-esquerdo e a entrada de um centroavante – Yuri Alberto – no lugar de um volante – Alison – no intervalo. Mas pouco construiu no ataque e ainda pagou caro por falhas de um esquema tático que é ousado, mas também perigoso, e que deixou em vários momentos a dupla de zaga sozinha no campo defensivo. Morato, que faz seu retorno ao Ituano após apagadas passagens por São Paulo e Sport nas últimas temporadas, foi o destaque da goleada ao marcar duas vezes.

 

Apesar da derrota, o Santos segue na liderança do Grupo A do Paulistão, com 12 pontos. E na quarta-feira vai estrear na Copa do Brasil, em Teresina, contra o Altos. Já o Ituano é o segundo colocado do Grupo D, com sete pontos, e voltará a jogar na sexta-feira, contra o Red Bull Brasil, pelo Estadual, no Moisés Lucarelli.

O JOGO – A postura de jogar no campo de ataque, adotada por Sampaoli desde a sua chegada, custou caro ao Santos. Aproveitando os espaços e os erros do zagueiro Felipe Aguilar, o Ituano marcou duas vezes quase em sequência, aos sete e aos oito minutos.

 

Primeiro, Serrato driblou Felipe Aguilar e lançou para Morato, que saiu cara a cara com Vanderlei e finalizou. Na sequência, Serrato roubou a bola de Felipe Aguilar, avançou livre e deu um tapa de frente para Vanderlei, fazendo 2 a 0.

Sampaoli seguiu apostando no estilo ousado e arriscado para fazer o Santos reagir. Mas quem se aproveitava era o Ituano, que usava bem os espaços livres e marcou o terceiro gol aos 19 minutos. Alemão acertou a trave em cabeceio depois de cruzamento e o rebote ficou com Jonas, que bateu para as redes.

 

Dando espaços na defesa, sendo pouco objetivo no ataque e tendo problemas para superar a marcação do Ituano, o Santos só foi ser efetivo no campo de ataque no fim do primeiro tempo. Mas também lhe faltou sorte, pois Derlis González perdeu uma chance clara de gol. E foi marcar somente aos 41 minutos, com Jean Mota, de cabeça, após cruzamento de Carlos Sánchez. Foi o quarto gol do meia no Paulistão, sendo o artilheiro do torneio.

 

Só que a reação foi freada pelo Ituano, que marcou mais uma vez, nos acréscimos. Dessa vez, Martinelli passou fácil para Victor Ferraz e cruzou para Morato, que bateu forte, levando o improvável placar de 4 a 1 para o Ituano ao intervalo.

Para o segundo tempo, Sampaoli dobrou a aposta na formação ofensiva ao trocar o volante Alison pelo centroavante Yuri Alberto. Só que o Santos seguiu sem encontrar espaços na defesa do Ituano. E levou o quinto gol aos 18 minutos, marcado por Léo Santos, de cabeça, após cobrança de escanteio.

 

 

Publicidade Áudio

Enquete

Como você avalia os primeiros 30 dias de Bolsonaro

Bom

Ruim

Péssimo

Excelente

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE