Paranatinga, 17 de Julho de 2018

Esportes

Preocupada com custos, Renault pede congelamento de motores na F1 em 2020

FORMULA 1 | 29/03/2018 20:29:24


A Formula 1 deverá ter mais uma mudança profunda no regulamento técnico para a temporada de 2021. A intenção do Liberty Media, grupo que assumiu o controle da categoria, é baratear os custos e incentivar a entrada de novas equipes e fabricantes de motores. Para isso, vai negociar com os times e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) um novo Pacto de Concórdia, acordo que rege os regulamentos e a divisão dos lucros da F1 - o atual expira em 2020. A Renault, que tem equipe própria e ainda fornece suas unidades de potência para McLaren e RBR, está preocupada com uma possível escalada nos custos na transição do atual para o novo regulamento.

 A única coisa que não queremos fazer é ter o ônus de desenvolver dois motores em paralelo. Há duas coisas basicamente em nossa mensagem principal e nossa posição na Renault. Primeiro, antes de se comprometer com um regulamento, precisamos entender o quadro geral. Se novas regras de motores estão chegando, esperamos que sejam anunciadas muito em breve, então temos que congelar os motores como estão agora. E deveria haver uma regra que todo motor tem que estar dentro de três por cento (de ganho de potência), e que deve ser devidamente cumprido - comentou Cyril Abiteboul, diretor geral da Renault.

O dirigente afirmou ainda que vê com bons olhos a entrada de novos fornecedores na Fórmula 1. No entanto, ele advertiu que é preciso evitar que haja distorções no tratamento aos fabricantes:

- Não vemos que seja aceitável ou sustentável ter que trabalhar em dois motores em paralelo ao mesmo tempo, pela simples razão de que se houvesse um novo fornecedor, que é o que nós desejamos, ele terá uma vantagem fantástica em poder se concentrar no futuro, e não ter que se preocupar com o presente e os clientes.

O comando da Fórmula 1 deve anunciar no fim de semana da segunda etapa da temporada 2018, no Bahrein, os planos para os motores da categoria a partir de 2021.

 

 

Fonte: GLOBO ESPORTE

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE