Paranatinga, 15 de Dezembro de 2018

Esportes

AUTOMOBILISMO

Hamilton crê que poderia ter aumentado o ritmo para evitar derrota

Publicado 25/03/2018 17:22:40


Lewis Hamilton não escondeu a insatisfação de ter perdido a primeira corrida do ano para Sebastian Vettel, no entanto, o atual campeão mundial crê que há pontos positivos para serem tirados do GP da Austrália. Segundo ele, sua Mercedes poderia ter aberto uma distância ainda maior para os pilotos da Ferrari antes de o safety car virtual ser imposto por conta do abandono de Romain Grosjean.

SAIBA MAIS

Caso Lewis Hamilton tivesse ampliado sua distância para o restante do grid, Vettel não conseguiria aproveitar a presença do safety car virtual para fazer a troca de pneus e voltar à frente do piloto da Mercedes, que teve de diminuir a velocidade na pista por medidas de segurança.

 

 

 

"Nunca é fácil perder uma corrida, mas há muito do que se tirar dela. Eu tinha algumas ferramentas extras, poderia ter aberto uma distância maior no primeiro pit stop. Há muitas coisas que poderíamos ter feito, mas se alguém te diz para fazer algo, você age de acordo com as instruções", afirmou Lewis Hamilton.

Apesar de admitir que gostaria de guiar em um período em que tivesse menos influência da tecnologia nas disputas, Lewis Hamilton assegurou que o resultado deste domingo não deveria apagar o seu rendimento ao longo de todo o final de semana.

"Gostaria que as coisas dependessem mais de mim, porque sinto que estava dirigindo tão bem quanto sempre hoje. Todos da equipe estão sentindo isso, mas há muito trabalho bom, há muita positividade para ser levada adiante conosco. Ainda ficamos em segundo hoje, parece uma nuvem escura, mas ainda é um resultado positivo", prosseguiu.

"Temos um grande carro, ainda somos os atuais campeões mundiais e, com alguns ajustes, podemos vencer a próxima corrida. Eu acredito nisso", concluiu o tetracampeão da Fórmula 1.

 

 

Fonte: Terra

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE