Paranatinga, 13 de Dezembro de 2018

Eleições

Eleições 2018

Jair Bolsonaro vota em escola da Vila Militar, no Rio de Janeiro

Publicado 07/10/2018 11:56:02


O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, votou na manhã deste domingo (7) na Escola Municipal Rosa da Fonseca, dentro da Vila Militar, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio.

Bolsonaro chegou às 8h55 à zona eleitoral. Ele cumprimentou os mesários e posou para fotos antes de ir para a cabine de votação.

Bolsonaro estava acompanhado do filho e candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro.

 

 

Bolsonaro na cabine de votação, em seção eleitoral na Vila Militar (RJ) — Foto: Carlos de Lannoy/TV Globo

Ao sair da seção eleitoral, Bolsonaro foi questionado por jornalistas se vê chance de vencer no primeiro turno. O candidato respondeu: "Acaba hoje".

Nas pesquisas Ibope Datafolha divulgadas no sábado (6) ele apareceu em primeiro lugar, com 41% e 40% dos votos válidos, respectivamente.

O candidato disse ainda que tem recebido apoio de setores da socidade que querem menos presença do Estado na economia e defesa dos valores familiares.

"Tivemos o apoio de setores importantes da sociedade. Empresários, comerciantes, lideranças evangélicas, pessoas de bem do Brasil que querem se afastar do socialismo e não querem flertar com o regime da Venezuela. Gente que quer uma economia liberal, com menos Estado, que quer defender os valores familiares. Isso tem acordado às pessoas que o Brasil não pode continuar no rumo do socialismo e não queremos amanhã que o Brasil seja uma Venezuela", disse Bolsonaro.

 

Depois de votar, Bolsonaro seguiu para casa, também no Rio de Janeiro. De lá, vai acompanhar a apuração, no fim do dia.

 

Recuperação

 

O candidato do PSL disse que se considera num estágio de 60% de recuperação das cirurgias a que foi submetido após o atendado a faca, em 6 de setembro. Ele foi votar acompanhado por um enfermeiro.

"Eu gostaria de andar pelo Rio, mas estou com o enfermeiro aqui e vou ficar em casa", disse Bolsonaro.

"A gente pensa que é imortal, mas somos mortais. Foram 23 dias fora de combate. Mas descobri que tem muita gente que gosta de mim", completou.

Bolsonaro disse ainda que pretende comparecer aos debates "se houver segundo turno".

 

 

Jair Bolsonaro chegou à zona eleitoral, no Rio de Janeiro, acompanhado do filho Flávio Bolsonaro — Foto: Cristina Boeckel/G1

 

Candidato a vice

 

O candidato a vice na chapa de Bolsonaro, general Hamilton Mourão (PRTB), votou em Brasília, também na manhã deste domingo (7).

Ele foi questioando se preferiria enfrentar algum candidato específico num eventual segundo turno da disputa presidencial. "Como diz a infantaria, o que vier 'nós traça' ", respondeu o general.

Jornalistas que acompanharam a votação do vice de Bolsonaro também questionaram Mourão sobre confiança no sistema eleitoral. No fim da campanha, Bolsonaro disse que temia perder a eleição na "fraude".

"Se a gente não acreditasse no sistema, a gente não estaria participando, vamos em frente", disse Mourão após votar.

 

Fonte: G1

Veja Também

Ver Mais

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE