Paranatinga, 16 de Outubro de 2018

Eleições

Jaime minimiza 2º lugar nas urnas: “O importante é que vencemos”

VIRADA | 10/10/2018 10:31:41


 

 

Líder em praticamente todas as pesquisas de intenção de votos para o Senado Federal,  o ex-governador Jaime Campos (DEM) minimizou o segundo lugar nas urnas, ficando atrás da juíza aposentada Selma Arruda (PSL).  

 

Jaime foi eleito com 490 mil votos, que corresponderam 17,82% do total, enquanto que Selma teve 678 mil, representando 24,65%.

 

 

O que importa é que nós vencemos a eleições. O que temos que fazer agora? Agradecermos e trabalharmos pelo Brasil e por Mato Grosso

“Considero normal. No Brasil inteiro houve mudanças em resultados de pesquisas. Não seria diferente aqui em Mato Grosso. O mais importante é que nós vencemos as eleições. Você há de convir comigo que houve realmente um grande número de abstenção, voto nulo, branco”, disse.

 

“Além disso, a pesquisa retrata a fotografia do momento. Todavia quando você vai votar, é outro momento. Portanto o que importa é que nós vencemos a eleições. O que temos que fazer agora? Agradecermos e trabalharmos pelo Brasil e por Mato Grosso”, afirmou.

 

Com o término da eleição, Jaime informou que vai tirar alguns dias de folga para depois começar a planejar seu mandato.

 

Prioridades

 

“Vou descansar,  depois vou sentar com o governador Mauro Mendes, com todo nosso grupo político para discutir as propostas. As prioridades com certeza serão definidas pelo Mauro, que vai fazer os encaminhamentos pelo fato de ser o governador. Ele é o nosso DJ e estou à sua disposição”, relatou.

 

O senador disse que não fez acordo com Mendes para indicar secretários.

 

“Eu não fiz esse tipo de acordo com o Mauro. Eu não faço esse tipo de política. O Mauro é um cidadão muito esclarecido e acima de tudo é uma pessoa que está aberta ao diálogo e ao entendimento. O que ele tem que construir é uma bela equipe com pessoas competentes. Mas, acima de tudo, pessoas que tenham compromisso com Mato Grosso, pessoas que querem trabalhar pelo nosso Estado”, afirmou.

 

“Torço para que o Mauro faça um governo democrático, um governo de entendimento, um governo do bom diálogo, de conversas com todos os segmentos da sociedade mato-grossense. Vou contribuir muito com ele lá em Brasília, ajudando naturalmente para os bons projetos para Mato Grosso”, pontuou.

 

 

Fonte: Mídia News

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE